Governo faz pesquisa sobre o uso do transporte aéreo por pessoas com deficiência

Foto: Family Without Borders

O Governo Federal quer identificar os principais fatores que dificultam ou impedem as pessoas com deficiência de utilizar o transporte aéreo. Por isso, lançou a pesquisa Aviação Acessível, uma parceria entre o Ministério da Infraestrutura, a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e a Universidade de São Paulo (USP) e que conta com o apoio da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNDPD), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

O questionário pode ser respondido por passageiros com deficiência e profissionais da área até o dia 16 de junho. Acesse a pesquisa

O objetivo é levantar informações que contribuirão para o desenvolvimento de políticas públicas para melhorar a acessibilidade nos aeroportos brasileiros. Além disso, com os resultados, a Secretaria Nacional de Aviação Civil elaborará um manual sobre a temática.

“Essa pesquisa é de fundamental importância para que o setor da aviação civil possa entender as reais demandas e necessidades das pessoas com deficiência. É uma grande oportunidade de contribuição para a melhoria da acessibilidade na aviação”, afirmou o coordenador-geral de Acessibilidade e Tecnologia Assistiva, da SNDPD, Augusto Fernandes.

Com informações do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias