Governo leiloará aeroportos em blocos: investimento deve chegar a R$3,5 bi

O governo confirmou hoje o leilão em blocos de 12 aeroportos das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Segundo o presidente Jair Bolsonaro os investimentos devem chegar em R$3,5 bilhões.

Terminal Aeroporto de Maceió
Aeroporto de Maceió – Imagem: Infraero

O leilão será realizado no dia 15 de março, a concessionária que ganhar o bloco deverá administrar todos os aeroportos dentro do mesmo.

Composto por seis aeroportos – Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), Juazeiro do Norte (CE), João Pessoa (PB) e Campina Grande (PB) –, o bloco do Nordeste é o que deve atrair o maior volume de recursos. O investimento total estimado para o grupo é de R$ 2,15 bilhões. O bloco do Centro-Oeste é formado pelos terminais de Cuiabá, Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta, todos em Mato Grosso, e tem previsão de R$ 771 milhões em investimentos. O bloco do Sudeste é constituído pelos aeroportos de Vitória (ES) e Macaé (RJ) e deve atrair R$ 592 milhões. 

Juntos, os 12 aeroportos dos três blocos são responsáveis por uma movimentação anual de quase 20 milhões de passageiros e respondem por 9,5% do mercado doméstico brasileiro.

Já a próxima rodada prevê o lançamento de um novo ciclo de concessões em três blocos, com aproximadamente 21 aeroportos: Bloco Sul com 8 aeroportos, tendo como principal o de Curitiba (PR), Bloco Norte 1 com 7 aeroportos, tendo Manaus (AM) com o de maior porte e o Bloco Central com 6 aeroportos, tendo grandes aeroportos como o de Goiânia (GO), com R$ 3,4 bilhões de investimentos estimados.

Rodadas anteriores privatizaram parcialmente os aeroportos de São Paulo (GRU), Campinas (VCP), Rio de Janeiro (GIG), Belo Horizonte (CNF), Vitória, Brasília, Porto Alegre, Florianópolis, Salvador, Fortaleza e Natal.

A expectativa do governo é privatizar os aeroportos sob comando da Infraero e também privatizar a própria estatal. Os aeroportos de Santos Dumont e Congonhas devem ser os últimos a serem leiloados.

Com informações do Palácio do Planalto

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos