Início Aeroportos Governo brasileiro proíbe a entrada de estrangeiros por aeroportos

Governo brasileiro proíbe a entrada de estrangeiros por aeroportos

ATUALIZAÇÃO: foram tomadas duas decisões na noite de ontem, a primeira proibia a entrada de estrangeiros em voos de conexão, porém, mais tarde, a decisão foi revista para impedir a entrada de estrangeiros de qualquer parte. O texto foi atualizado.

No começo da noite de 27 de março, o Ministro da Justiça, Sérgio Moro, publicou uma portaria proibindo a entrada de qualquer estrangeiro no país por aeroportos, quando em voos de conexão. Mais tarde, a decisão foi atualizada e passou a abranger todos os estrangeiros, não mais apenas aqueles em trânsito. A decisão excepcional tem por objetivo evitar o aumento da epidemia do Coronavírus no Brasil e que estrangeiros terminem presos nos aeroportos sem conseguir chegar a seus destinos finais.

Os voos continuam sendo autorizados, mas as companhias aéreas deverão barrar o estrangeiro ainda no aeroporto de origem, antes da chegada no Brasil. A medida abrange passageiros estrangeiros de qualquer natureza.

O Ministro Moro justificou que o Brasil, nas atuais condições, não tem como receber estrangeiros devido aos problemas de saúde pública observados mundialmente, e também por que muitos deles seriam impedidos de seguir viagem a outros destinos, haja visto as fronteiras fechadas em vários lugares da América Latina e do mundo.

Esta decisão também vale para fronteiras terrestres e portos e já está em vigor, sem data de término definida. Diversos países já adotaram medidas similares como os EUA para cidadãos europeus, ou Cingapura.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile