Governo venezuelano suspende operações da Copa Airlines no país

O governo da Venezuela, liderado pelo ditador Nicolás Maduro, anunciou hoje que suspendeu as relações econômicas e financeiras com o Panamá e seus nacionais. A medida atinge 22 pessoas físicas e 46 jurídicas, incluindo a Copa Airlines.




A medida foi uma retaliação após um ato do governo panamenho que inclui Maduro e outros funcionários do governo venezuelano em uma lista de pessoas de “alto risco” em relação à lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo. A lista também inclui 16 empresas venezuelanas.

A Copa Airlines era uma das poucas companhias estrangeiras que ainda voavam para a Venezuela, que nos últimos anos viu uma saída de diversas companhias como a Iberia e a Avianca. Agora das grandes companhias aéreas restam apenas a American Airlines e a TAP Air Portugal.

A acusação por parte de Maduro é que “foi evidenciado o uso do sistema financeiro panamenho por parte de venezuelanos para mobilizar dinheiro e bens provenientes de delitos contra o patrimônio público”. A decisão inicialmente irá durar 90 dias.

Com informações da Reuters

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos