Encontrada grande quantia de dinheiro ilegal nos destroços do A320 da PIA

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um fato curioso, embora provavelmente sem relação direta com o acidente, foi divulgado nessa quinta-feira, 28 de maio, pelas autoridades envolvidas na investigação da queda do Airbus A320 no Paquistão.

Avião Airbus A320 PIA Pakistan International Airlines
Imagem: Aasif Azaan [CC]

Investigadores e funcionários que trabalham nos destroços do acidente do A320 da Pakistan International Airlines (PIA) encontraram cerca de Rs30 milhões em dinheiro (30 milhões de Rúpias equivalem a 1 milhão em Reais), segundo informa o paquistanês The News.

O voo PK-8303, de Lahore para Karachi, caiu na sexta-feira (22) em uma área residencial perto do Aeroporto Internacional de Karachi, com apenas duas das 99 pessoas a bordo sobrevivendo milagrosamente ao acidente.

Segundo um porta-voz da PIA, foram encontradas moedas de diferentes países e denominações que equivalem ao valor total de cerca de 30 milhões de Rúpias, que estavam em três bagagens nos destroços. Mais informações devem ser levantadas com o avanço do processo de identificação dos corpos e das malas que serão entregues às famílias e parentes.

O porta-voz disse que esse valor não pode ser transportado sem informar a companhia aérea e que um bilhete de assento extra precisa ser comprado, pois, um passageiro não pode carregá-lo na bagagem ou na cabine.

Ele disse que, para quantidades tão grandes de dinheiro, o passageiro deve estar sentado ao lado do dinheiro, mas que nenhum assento extra foi reservado para este fim no voo PK-8303.

Até agora, três pessoas se apresentaram para reivindicar o dinheiro, disse o porta-voz.

Segundo o India Today, uma autoridade da investigação afirmou que “Foi ordenada uma investigação sobre como uma quantia tão grande de dinheiro passou pelos scanners de segurança e bagagem do aeroporto e encontrou seu caminho para o infeliz voo.”

Uma autoridade do governo disse na quinta-feira que a identificação de 47 corpos foi concluída, e 43 corpos já foram entregues para enterro.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias