GRU Airport supera 10 milhões de pax no 1º trimestre e deve ampliar slots em 2019

O GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo – quebrou, pela primeira vez, a barreira dos 10 milhões de passageiros no 1º trimestre ao atingir 10,3 milhões de passageiros. Em relação a 2017, o crescimento foi de 10.5%, quando registrou 9,3 milhões de viajantes nos três primeiros meses do ano.




​​O ano de 2018 vem apresentando ótimos resultados em termos de movimentações de passageiros para o aeroporto. Em fevereiro, por exemplo, o GRU Airport movimentou 3,07 milhões de passageiros. É a primeira vez que o aeroporto ultrapassa 3 milhões de viajantes neste mês, tradicionalmente mais curto. Já em março, foi o nono mês seguido que o GRU Airport superou a casa de 3 milhões de passageiros por mês.

MÊS PASSAGEIROS (milhões)
jul/17 3,4
ago/17 3,2
set/17 3,1
out/17 3,2
nov/17 3,1
dez/17 3,5
jan/18 3,7
fev/18 3,0
mar/18 3,4

 

Ambos os segmentos mostram crescimento robustos no período em relação a 2017, com 11,42% no segmento doméstico e 7,94% no segmento internacional. No acumulado do trimestre, o segmento doméstico representou 66,26% do tráfego total.​

1T 2018 1T 2017 18vs17
Domestico 6,49 5,82 11,42%
Internacional 3,73 3,45 7,94%
Total 10,21 9,28 10,12%

De olho no crescimento da demanda, o GRU Airport possui como meta um plano de expansão desafiador para melhorar o nível de serviço e a experiência do passageiro no aeroporto. Desde o início da concessão, em novembro de 2012, a capacidade aeroportuária aumentou de 47 para 52 slots por hora. Esse aumento permitiu que o aeroporto crescesse de 32,7 milhões de passageiros por ano para quase 40 milhões. Mas o GRU Airport quer mais! Em 2019, espera-se que a capacidade aumente de 52 para 54 slots por hora para oferecer às companhias aéreas mais espaços disponíveis durante todo o dia, incluindo os períodos de pico da manhã e da noite.

O Terminal 2, com capacidade para 12 milhões de passageiros, foi construído para a Copa do Mundo de 2014. Entre 2015 e 2017, o Terminal passou por um retrofit para oferecer mais conforto ao passageiro, melhorar o processo de conexão e trazer mais eficiência para as companhias aéreas. Até o final do ano, mais 6 pontes estarão instaladas, sendo duas no Terminal 3 e quatro no Terminal 2.

Por fim, o plano diretor está sendo revisado e, até o final do ano, mais novidades devem ser divulgadas com um único objetivo: ser o maior hub da América do Sul.​

 
Informações pela Assessoria de Imprensa do GRU Airport.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.