Grupo Lufthansa transporta quase 10 milhões de pessoas em março.

As companhias aéreas do Grupo Lufthansa transportaram 9,6 milhões de passageiros em março, 14% mais do que o mesmo período no ano passado, apesar do período de viagens de Páscoa ter começado no início de abril. No primeiro trimestre, 25,2 milhões de passageiros viajaram com o Grupo Lufthansa, uma alta de 13% se comparado com o ano anterior.




A capacidade total para o mês foi aumentada em 9,9% em assentos por quilômetro por passageiro (ASK) disponíveis e o volume total de tráfego, medido em faturamento por passageiro por quilômetro (RPK), aumentou 11%. A taxa de ocupação cresceu na mesma proporção, aumentando 0,8 pontos percentuais para 77,2% se comparado com março de 2016.

A capacidade de carga aumentou 6,7% de um ano para o outro, enquanto as vendas de carga subiram 13,3% em termos de faturamento-tonelada-quilômetro. Como resultado, a taxa de ocupação mostrou um crescimento correspondente, com alta de 4,3 pontos percentuais para o mês. As vendas tiveram alta de 8,3% e a taxa de ocupação cresceu 3 pontos percentuais se comparada com 2016.

 
Companhias aéreas de hub (centros de distribuição)

As malhas aéreas da Lufthansa, SWISS e Austrian Airlines transportaram 7,4 milhões de passageiros em março, 4,5% mais do que o mesmo período do ano anterior. Um total de 19,7 milhões de passageiros viajaram com as companhias aéreas no primeiro trimestre, chegando a 3,5 pontos percentuais a mais que no ano anterior.

A capacidade aumentou 1,5%, enquanto o volume de vendas subiu 2,9%, fazendo a taxa de ocupação subir um ponto percentual. Durante o primeiro trimestre, a capacidade aumentou 1,2% e o volume de vendas 3,3%, resultando em um taxa de ocupação de 76,5% e uma alta de 1,5 pontos percentuais.

A Lufthansa transportou 5,2 milhões em março, um aumento de 4,1% se comparado com o mesmo mês do ano passado. 13,7 milhões de pessoas voaram com a Lufthansa no primeiro trimestre deste ano, 2,8% mais do que no mesmo período do ano passado.

Em março, a capacidade foi levemente reduzida em 0,1%, enquanto as vendas aumentaram 2,1%. Além disso, a taxa de ocupação subiu para 78,2%, ficando 1,8 pontos percentuais acima do nível do ano anterior. No primeiro trimestre, a taxa de ocupação subiu 2 pontos percentuais, comparada com o mesmo período do ano passado. A capacidade foi reduzida em 0,8% e o volume de vendas subiu 1,9%.

 
Companhias aéreas ponto a ponto




As companhia aéreas do Grupo Lufthansa que voam ponto a ponto – Eurowings (incluindo Germanwings) e Brussels Airlines – transportaram 2,2 milhões de passageiros em março. Deste total, 2 milhões de passageiros estavam em voos de curta distância e 0,2 milhão voaram longa distância.

Isso mostra um crescimento de 66% em comparação com o ano anterior, o que, junto com o crescimento orgânico, é resultado da inclusão da Brussels Airlines e a capacidade adicional através dos acordos de leasing com a Air Berlim. Ao todo, 5,5 milhões de passageiros foram transportados no primeiro trimestre. Deste total, 5 milhões foram em voos de curta distância e 0,6 em voos de longa distância.

Em março, a capacidade estava 113% acima da registrada no ano anterior, enquanto o volume de vendas cresceu 109%. A taxa de ocupação caiu 1,5 pontos percentuais. No trimestre inteiro, a capacidade foi ampliada para 112,% e o volume de vendas para 112,4%. A taxa de ocupação caiu 0,1 pontos percentuais comparado com o primeiro trimestre do ano passado.

Nos voos de curta distância nas companhias aéreas ponto a ponto, a capacidade foi aumentada em 68,3% e o volume de vendas em 64,6%, resultando em uma queda de 1,6 pontos percentuais da taxa de ocupação em comparação com março de 2016. Considerando o primeiro trimestre, tanto capacidade quanto volume de vendas cresceram 68,3% e 69,1%, respectivamente, resultando em um aumento da taxa de ocupação em 0,3 pontos percentuais.

A taxa de ocupação para os serviços de longa distância caiu 9,8 pontos percentuais, seguindo uma alta de 282,7% da capacidade e 242,3% de alta no volume de vendas, se comparado com o ano anterior. Em termos de voos de longa distância no primeiro trimestre, a capacidade total aumentou 259% em ASK (available seat-quilômetro) e o volume de vendas subiu 215,9%, resultando numa queda de 11,3 pontos percentuais na taxa de ocupação.

 
Informações pela Assessoria de Imprensa do Grupo Lufthansa.
 

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Família abandona avião por bebê estar sem máscara e acusa aérea...

0
Uma aérea americana está sendo acusada de anti-semitismo após retirar uma família judaica porquê seu bebê estava sem máscara.