Guarulhos verá amanhã um voo raro do A350 da companhia nórdica SAS

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A companhia aérea nórdica SAS voltará ao Brasil nessa semana em uma rara visita, certamente engatilhada pela pandemia e a imposição que ela colocou às companhias aéreas por criarem medidas emergenciais para atender à cadeia de suprimentos global.

Durante a primeira onda da pandemia, a companhia, que não tem voos regulares ao Brasil, chegou a voar ao nosso país por motivos de repatriação de cidadãos. No entanto, dessa vez, o voo será cargueiro.

Quando é o voo

A operação consistirá de dois voos na rota ligando Copenhague para Guarulhos, em São Paulo. Segundo as informações que passaram a constar no registro de voos da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), elas ocorrem nos dias 22 e 29 de janeiro de 2021 (sextas-feiras).

A programação prevê a chegada no Brasil às 19h dos dias acima, com pernoite em Guarulhos e decolagem também às 19h do dia seguinte. Os voos terão a numeração SAS-7005 e SAS-7006 para a ida e volta, respectivamente.

Airbus A350-900

Os voos serão operados pelo novíssimo Airbus A350-900 XWB da SAS, que foi a primeira aeronave a trazer a nova e atraente pintura da companhia aérea, composta por tons de prata, cinza e azul. Os quatro A350 da frota atual da empresa possuem nomes de vikings.

Embora esteja realizando voos de carga, o A350 da SAS têm uma cabine de três classes composta por 40 assentos na classe executiva, 32 assentos SAS Plus e 228 assentos na classe econômica que o SAS chama de “assentos Go” para um total de 300 passageiros.

Em abril do ano passado, a mesma aeronave esteve no Brasil em uma missão de resgate para repatriar cidadãos nórdicos (dinamarqueses, finlandeses, islandeses, noruegueses e suecos). O voo especial foi organizado pela Embaixada da Noruega no Brasil com apoio das embaixadas dos outros países nórdicos, já que seus concidadãos não conseguiam voltar ao país natal por causa da pandemia e a falta de ligações aéreas.

A SAS (abreviatura para Scandinavian Airline System) é uma companhia com “tripla nacionalidade”, por ter originado de três outras empresas aéreas, cada uma de um país escandinavo: Suécia, Noruega e Dinamarca.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Tamanho do Embraer E195-E2 favorecerá a KLM, afirma CEO

0
Em entrevista exclusiva ao AEROIN, o CEO da KLM Cityhopper apontou as vantagens do novo Embraer E2, e como isso é importante para a aérea.