Guru de Biden criticado por foto sem máscara a bordo de um voo

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O assessor especial da Casa Branca para o Clima, John Kerry, foi fotografado sem máscara em um voo da American Airlines na semana passada. O caso está sendo investigado pela empresa, que mantém regras estritas quanto ao uso da cobertura facial.

A história foi reportada inicialmente pelo Tennessee Star, dizendo que Kerry foi visto na primeira classe em um voo de Boston para Washington. A foto publicada mostra o político lendo, aparentemente sem comida ou bebida à vista. Lembrando que os passageiros das companhias aéreas americanas têm permissão para remover as máscaras enquanto consomem alimentos ou bebidas, de acordo com as políticas federais e das companhias aéreas.

A Fox News conversou com a pessoa que tirou a foto para confirmar sua autenticidade. O indivíduo, que desejou permanecer anônimo, disse ao canal: “Eu saúdo nosso Enviado Presidencial Especial para o Clima por não voar em um jatinho particular, mas sim em um comercial de primeira classe com o resto de nós, pessoas comuns, embora ele não consiga seguir as restrições de máscara de seu próprio partido”.

O passageiro se refere a um mandato do governo, colocado por Joe Biden dias após assumir a Casa Branca, e que tornou mandatório o uso da máscara em qualquer meio de transporte coletivo. A ordem exige que os passageiros “usem máscaras que cubram a boca e o nariz ao embarcar, viajar ou desembarcar de meios de transporte públicos”.

A American Airlines emitiu um comunicado à imprensa logo depois, dizendo que “a empresa cumpriria totalmente o novo mandato federal, observando que o regulamento também ajudará seus funcionários a fazer cumprir as regras”.

Horas depois, Kerry tuitou de sua conta oficial: “Parece que há um ‘mal-estar’ no dia de São Patrick no Twitter. Vamos ser claros: se eu deixei cair minha máscara em uma orelha em um voo, foi momentâneo. Eu uso minha máscara porque salva vidas e interrompe a propagação do vírus. É o que a ciência nos diz para fazer”.

Desde que a pandemia COVID-19 atingiu no ano passado, houve vários relatos de políticos de todos os partidos lados sendo pegos desrespeitando as regras. Enquanto isso, as empresas americanas já baniram mais de 1.000 pessoas por não uso da cobertura.

Resta saber se Kerry está correto em dizer que foi apenas momentâneo ou não. De qualquer forma, de cima sempre deverá vir exemplos.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Avião Airbus A320 LATAM

Terceirização de serviços de solo da Latam Brasil chegará a 44...

0
A Latam anunciou esta semana a continuidade do processo de transferência dos serviços em solo para empresas especializadas.