Há 37 anos, dois Concordes pousavam ao mesmo tempo pela 1ª vez na história

Há 37 anos, no mês de outubro de 1982, um feito histórico foi registrado no Orlando International Airport (MCO), no centro da Flórida, quando dois Concordes, um da Air France e outro da British Airways, fizeram um pouso duplo simultâneo.

Concorde Pouso Simultâneo Orlando Air France British

Foi a primeira vez que os famosos jatos supersônicos de nariz móvel pousaram lado a lado em pistas paralelas, mas a chegada simultânea não ocorreu por coincidência.

Foi um golpe publicitário organizado pela Walt Disney World para exaltar a chegada dos patrocinadores das exposições nos pavilhões britânico e francês do EPCOT Center, recém-inaugurado pela Disney.

Ambas os aviões aproximaram-se das pistas paralelas de 3,6 quilômetros de Orlando vindos do sul, e tocaram a pista com apenas 2 segundos de diferença, com os aplausos de 35.000 espectadores presentes.

O feito já havia sido tentado antes em Washington DC em 1976, mas o tráfego aéreo pesado sobre o Aeroporto Internacional de Dulles arruinou a execução, e os dois aviões pousaram com mais de um minuto de diferença.

Infelizmente não há vídeos bons do momento exato do toque simultâneo, mas o vídeo a seguir mostra a chegada das duas aeronaves:

Veja a seguir um outro vídeo de uma decolagem do Concorde, também em Orlando, no tradicional estilo “pendurado” de subida do jato supersônico, que ocorre em função da aerodinâmica dedica a altas velocidades.

Como as asas são projetadas para o voo supersônico, quando opera em baixas velocidades a aeronave precisa ficar totalmente empinada para que as asas mantenham um alto ângulo de ataque (ângulo em relação ao vento incidente) e gerem a sustentação suficiente para voar.

Este também é o motivo pelo qual o Concorde possui um nariz articulado que se deflete para baixo. Quando a aeronave voa empinada, a visão dos pilotos fica comprometida pelo comprido nariz projetado para altas velocidades, sendo necessário movê-lo para baixo para que a pista seja enxergada no pouso. Confira a clássica decolagem, estranha e bonita ao mesmo tempo!

E mesmo com seu design exclusivo e com essas características diferenciadas e críticas de voo, o Concorde operava até mesmo no histórico e singular aeroporto de Kai Tak, que tinha uma complexa e perigosa aproximação em uma curva de alta velocidade. O vídeo do pouso está na matéria a seguir:

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.