Hawaiian Airlines adianta retirada de seus Boeing 767 para o começo de 2019

A frota de Boeing 767 da Hawaiian Airlines vai se aposentar no início do próximo ano, cerca de um trimestre antes do esperado. Esta aposentadoria antecipada deve-se à decisão da companhia aérea de suspender seu serviço na rota para Pequim em meados de outubro, bem como à adição contínua de aeronaves Airbus A321neo nas rotas da Costa Oeste.

avião Boeing 767-300 Hawaiian
Imagem: Dennis Lau / Flickr




“Podemos acelerar a aposentadoria de nossos Boeing 767 já que nós não usaremos mais os Airbus A330 para servir Pequim quando suspendermos o serviço em meados de outubro deste ano”, disse um porta-voz companhia aérea. “Isso, juntamente com a adição contínua de aeronaves Airbus A321neo nas rotas da costa oeste dos Estados Unidos, aumentará a disponibilidade para substituir os 767s.”

Atualmente, a companhia tem seis unidades do Boeing 767 e está a caminho de ter um total de 11 A321neos até o final do ano. Mais à frente, em 2021, a Hawaiian também começará receber sua encomenda de 10 Boeing 787-9 Dreamliners.

A companhia aérea disse anteriormente que a decisão de suspender seu serviço na China foi difícil, já que acredita que o mercado tem potencial para o Havaí. Em uma entrevista recente ao site de aviação Flight Global, o CEO Peter Ingram disse que o mercado não se desenvolveu tão rapidamente quanto a companhia aérea esperava, e tem até encolhido desde que o serviço começou em 2014.

 
Com informações do Flight Global.
 

British Airways encerrará operações de seus Boeing 767 até o final de 2018

CEO da Hawaiian explica porquê escolheu o Boeing ao invés do Airbus

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias