Após receber Embraer de número 1.600, aérea suíça adia entregas de novos aviões

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Embraer E190-E2 Helvetic
Embraer E190-E2 da Helvetic em Zurique

A companhia aérea suíça Helvetic Airways, que recentemente bateu o recorde de voo mais longo feito por um avião comercial brasileiro, adiou a entrega dos próximos jatos Embraer a serem recebidos.

Segundo o FlightGlobal, mais sete jatos Embraer E190-E2 seriam recebidos este ano pela empresa, que decidiu por postergar esta entrega para 2021 em diante.

Com o jato recebido no voo que bateu o recorde, a Helvetic contará com cinco jatos E2 em sua frota, além dos 11 E190 de primeira geração, os E1.

“A Europa pode ter aberto as fronteiras internas, mas a situação ainda é incerta. As coisas estão voltando a acontecer de maneira lenta, mas ainda é incerto quanta demanda existe para as viagens aéreas”, afirma o CEO da Helvetic, Tobias Pogorevc.

Oficialmente, a Helvetic é a segunda empresa a adiar entregas da Embraer. A primeira foi a brasileira Azul, que é a maior cliente da Embraer para a família E2 e só planeja receber novos aviões em 2024, como você pode conferir na matéria abaixo:

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias