Homem detido após apontar laser para aeronave da polícia; ação foi capturada em vídeo

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Você certamente conhece aqueles apontadores que emitem feixes de laser, normalmente usados em apresentações e palestras. Poucas pessoas sabem, mas eles podem significar um grande risco para a aviação, pois algumas pessoas se divertem apontando-os para o céu e mirando em aeronaves que estão passando. Foi exatamente o que aconteceu com um helicóptero da polícia na Austrália, conforme vídeo que você verá nesta matéria.

Homem Laser Helicóptero Polícia Flórida
Câmera flagra laser apontado para aeronave

Antes da Austrália, vamos relembrar que em 2011 o problema estava tão latente na aviação brasileira que ganhou espaço em uma reportagem inteira do Fantástico, na qual a equipe da Globo embarcou em um helicóptero da polícia atrás das pessoas que estavam fazendo tal brincadeira.

Segundo a repórter, em apenas 25 minutos de voo a equipe flagrou 5 lasers apontados para o helicóptero onde estavam embarcados. Ao identificar o lugar exato de origem de um dos lasers, a polícia descobriu ser uma criança que estava ‘brincando’ com a caneta.

A reportagem ainda revela números da época quando, em 2011, pelo menos 250 ocorrências dessa natureza foram reportadas por pilotos de aeronaves, o quádruplo de registros no ano anterior.

Mas isso não é exclusividade de nosso país. No início do ano, reportamos que a polícia da Florida prendeu um infrator que estava apontando lasers para aeronaves (você pode rever clicando aqui).

E até hoje esse tipo de incidente continua a acontecer ao redor do mundo: recentemente, a polícia do estado da Austrália do Sul (SAPOL) publicou um vídeo de um helicóptero sendo atingido por um feixe de laser vindo do solo. A ocorrência aconteceu logo após as 22h30 do dia 20 de novembro, segundo o site australiano AirLive, em um subúrbio no sul da capital do estado Adelaide.

Segundo a SAPOL, o laser foi apontado para a aeronave em diversas ocasiões e os policiais, assim como na reportagem do Fantástico, conseguiram identificar a origem do feixe de laser e enviar patrulhas terrestres ao local.

O apontador de laser foi encontrado em posse de um homem de 48 anos, que foi preso e acusado de prejudicar a operação segura de uma aeronave e de possuir uma arma proibida. Na Austrália do Sul, apontadores lasers de mais de 1 miliwatt são classificados como armas ofensivas.

O homem foi liberado logo após registro da ocorrência e terá que comparecer ao Tribunal em 21 de dezembro. A penalidade por prejudicar operações seguras de aeronaves pode chegar a 14 anos de prisão.

Confira a seguir a gravação divulgada pela SAPOL com os momentos em que o infrator aponta o laser diversas vezes:

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Claudio Brito
Apaixonado por aviação desde o berço como filho de comissário de bordo, realizou o sonho de criança se tornando comissário em 2011 e leva a experiência de quase 10 anos no mercado da aviação. Formado Trainer em Programação Neurolinguística, conseguiu unir suas duas paixões, comunicação e aviação.

Veja outras histórias

Boeing 787 perde contato e caças acordam população ao partirem para...

0
Após perder o contato sobrevoando a Alemanha, dois caças da força aérea foram designados para interceptar o Boeing para averiguações.