Início Variedades Homem é detido por acusação de venda de certificado falso de Covid-19...

Homem é detido por acusação de venda de certificado falso de Covid-19 em aeroporto

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um homem suspeito de vender certificados de teste de Covid-19 falsos foi detido no aeroporto de Luton, na Inglaterra, conforme informou nesta sexta-feira a polícia local.

Vários países atendidos por voos que partem do aeroporto inglês exigem prova de um teste recente negativo de coronavírus para as chegadas internacionais. Segundo dados da plataforma Cirium, ao longo deste mês de janeiro o aeroporto londrino tem ao menos 1 voo programado para 79 aeroportos fora da Inglaterra.

Destinos internacionais a partir do Luton em janeiro/2020 – Fonte: Cirium

O suspeito, na casa dos 30 anos, foi preso às 20h na última quarta-feira sob acusação de fraude por falsa representação, disse a Polícia de Bedfordshire, porém foi libertado enquanto se desenvolve a investigação.

O Detetive Sargento Tom Hamm disse: “Se você estiver viajando para um país que exija prova de que está apto para voar, só poderá obtê-la de um provedor de testes aprovado. Infelizmente, os fraudadores veem a pandemia em curso como uma oportunidade de atacar as pessoas, e se você for abordado por alguém que oferece a venda de certificados que não é um fornecedor autorizado, informe imediatamente.”

O diretor de operações do aeroporto de Luton, Neil Thompson, disse: “Trabalhamos em estreita colaboração com a Polícia de Bedfordshire para garantir a segurança de nossos funcionários e passageiros em todos os momentos.”

Segundo Neil, todos os que trabalham no aeroporto são treinados em conscientização geral sobre segurança e, junto com outras medidas em vigor, qualquer pessoa que tentar cometer um crime no Aeroporto de Luton tem uma chance muito grande de ser detectada.

“Sempre adotaremos uma abordagem de tolerância zero a esse tipo de comportamento e apoiaremos a polícia em qualquer ação que tomar”, complementa o diretor,

A Polícia de Bedfordshire solicita que qualquer pessoa com informações sobre o caso denuncie-o através do sistema de denúncias online.

Esse mesmo crime já foi flagrado em algumas outras oportunidades pelo mundo nos últimos meses, como no caso das 7 pessoas presas no início de novembro no Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, e no curioso caso dos 200 passageiros que chegaram com exames idênticos em um voo da China para a Rússia no final do mesmo mês:

Sair da versão mobile