Homem voa com 74 camaleões em meias e potes de sorvete e é pego no desembarque

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um homem tentou contrabandear 74 camaleões através de um aeroporto austríaco, escondendo os animais em meias e potes de sorvete em sua bagagem.

O infrator, de 56 anos, mas sem identidade revelada, foi preso no controle alfandegário do Aeroporto Internacional de Viena após ter partido da Tanzânia e chegado à Áustria via Etiópia, segundo informa a agência Associated Press.

Depois que as autoridades confiscaram os répteis coloridos, os camaleões foram levados para o Zoológico Schönbrunn de Viena, mas três deles não sobreviveram. O zoológico identificou todos os camaleões como sendo originalmente das montanhas Usambara, na Tanzânia.

As pessoas colhem regularmente camaleões tanzanianos nas montanhas de Usambara para vender no comércio de animais de estimação exóticos, mas nem todos o fazem legalmente. No mercado negro, eles seriam vendidos por cerca de 37.000 euros (240 mil reais), disse o Ministério das Finanças austríaco em um comunicado, segundo a agência.

Os animais já enfrentam uma perda desenfreada de habitat pela destruição humana, portanto, se muitos camaleões forem retirados da região, eles podem ser levados à extinção.

O comércio legal de animais exige permissão e as autoridades limitam o número de camaleões que podem ser coletados e exportados, conforme relata um artigo da revista Herpetological Conservation and Biology.

A maioria dos camaleões é protegida pela Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora Selvagens (CITES), que exige vários certificados para comercializar legalmente os animais.

Assim, por guardar ilegalmente camaleões em meias e potes de sorvete, o homem preso em Viena enfrentará uma multa de até 6.000 euros (cerca de 39 mil reais), segundo o Ministério austríaco.

O zoológico não detalhou quais espécies de camaleão o homem tentou contrabandear, mas disse que os animais variavam de bebês de 1 semana a adultos.

Fotos dos camaleões recuperados podem ser vistas na matéria da Associated Press clicando aqui.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Flybondi retomará voos a Floripa antes do que era esperado

0
A empresa argentina de baixo custo anunciou que Florianópolis será o primeiro destino internacional para o qual voltará, desta vez partindo