Início Variedades O curioso hotel que oferece quartos no cockpit e no motor do...

O curioso hotel que oferece quartos no cockpit e no motor do Boeing 747

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Imagem: Jumbo Stay

Para aqueles que adoram viajar e, mesmo depois de passar horas no céu ainda não encontram nenhuma dificuldade em continuar por mais quantas horas puderem dentro dos jatos, um hotel oferece a diferenciada experiência de dormir em qualquer parte que se desejar de um avião, incluindo o cockpit ou os motores.

E não estamos falando de qualquer aviãozinho comprado no ferro-velho para montar um quartinho. Trata-se de um enorme clássico da aviação, o majestoso Boeing 747, utilizado para ser um hotel completo, o Jumbo Stay.

Desde meados de janeiro de 2009, os hóspedes do hotel, localizado em Estocolmo, na Suécia, podem passar a noite em um Jumbo de verdade. O avião é um Boeing 747-200 de 1976.

História e curiosidades

Segundo o proprietário e responsável pelo Jumbo Stay, Oscar Diös, esta foi a alternativa de hotel econômico que o aeroporto de Arlanda precisava há muito tempo e também um novo marco que oferece uma experiência única para os hóspedes.

Oscar era proprietário do albergue Uppsala Vandrarhem / hotell, e opera também o CityStay Hotell em Uppsala. “Eu estava me preparando para expandir meu negócio de albergues em 2006 quando ouvi falar de uma velha aeronave à venda em Arlanda. Como há muito tempo desejava estabelecer meu negócio no local, não hesitei um segundo quando surgiu a oportunidade”, explica ele.

O avião, um Jumbo modelo 747-200 desativado, construído em 1976, foi operado pela última vez pela North East Airlines com a matrícula 3D-NEE. Foi originalmente construído para a Singapore Airlines e mais tarde serviu também com a lendária Pan Am, mas, segundo dados do Airfleets, passou por nada menos do que 10 empresas aéreas.

Em dezembro de 2007, as autoridades concederam uma licença de construção para o estabelecimento do Jumbo Stay na entrada do aeroporto de Arlanda. Em janeiro de 2008, a aeronave foi transferida para um estacionamento de canteiro de obras onde foi iniciada a primeira fase da reconversão, com a desmontagem do antigo interior, nova pintura e nova decoração dos quartos.

O início da preparação do Boeing 747 em 2008 – Imagem: Jumbo Stay

Foram retirados as 450 poltronas e o avião foi totalmente higienizado. A pousada foi construída como qualquer casa, sujeita às mesmas exigências de controle de temperatura e isolamento. Ele segue todos os padrões de energia comuns. O aquecimento é obtido com um inversor ar-ar.

No verão de 2008, o avião foi rebocado até seu destino final na entrada de Arlanda, onde foi colocado em uma fundação de concreto com o trem de pouso preso em dois berços de aço.

O Jumbo no meio do aeroporto (centro da foto) – Imagem: FlightRadar24 / Google Maps

Ali, o Jumbo Stay se tornou um marco espetacular como um portal para Arlanda, além de oferecer vista para algumas áreas do aeroporto, dependendo de qual for o quarto escolhido São 33 quartos que totalizam 76 camas.

Os preços para uma estadia variam de $450 SEK (cerca de $283 reais) até $1895 SEK (cerca de $1192 reais). E o mais interessante é que, além dos quartos dispostos ao longo da fuselagem, o hóspede pode dormir na suíte do cockpit ou nos quartos que ficam dentro das carenagens dos motores.

Imagem: Jumbo Stay

Imagem: Jumbo Stay

Imagem: Jumbo Stay

Imagem: Jumbo Stay

Imagem: Jumbo Stay

Imagem: Jumbo Stay

Se quiser saber mais sobre o hotel Jumbo Stay ou ver mais imagens de muitos outros quartos nos diversos pontos da fuselagem, clique aqui para acessar o site oficial.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Sair da versão mobile