IATA suspende a Avianca Brasil

A IATA divulgou comunicado hoje direcionado as agências informando a suspensão da Avianca Brasil da associação.

A Associação Internacional do Transporte Aéreo, a IATA, é a maior associação do setor e engloba diversos membros da indústria: companhias aéreas, fabricantes, agências reguladores, agências de viagens e etc com o objetivo de estabelecer padrões para incentivar a aviação.

Atualmente os bilhetes da Avianca Brasil sempre se iniciam com o código 0247, que é o designado para a companhia pela IATA. A partir deste número de bilhete é possível localizar a reserva, fazer alterações e reemisões.

Com a suspensão que tem efeito imediato a IATA ordenou que nenhuma parceira que faz parte do BSP emita mais bilhetes iniciando com 0247. A associação também instruiu os membros para liquidar contas em aberto diretamente com a Avianca Brasil, além de procedimentos para concluir qualquer débito ou pendência com a companhia.

O BSP é o Billing and Settlement Plan da IATA. O programa é nada mais que com um consolidador e intermediador entre as agências de viagens e as companhias aéreas. Ao invés de cada agente de viagem ter um contrato e método individual com cada aérea para transações financeiras e troca de dados, o BSP consolida todos esses dados.

Os agentes fazem mensalmente um único pagamento ao BSP referente aos bilhetes emitidos no período, que por sua vez repassa de uma só vez os valores de todas as agências para a aérea. Em 2017 o sistema processou $236 bilhões de dólares em bilhetes.

Para o passageiro que possui passagem da Avianca Brasil emitido via agência (seja online ou física) é recomendado que procure a mesma imediatamente. A suspensão pode ocasionar dificuldades ou interrupção na reemisão/reacomodação em outras companhias aéreas.

Veja abaixo o documento na íntegra enviado para os membros:

Greve

Ao mesmo tempo os tripulantes da Avianca Brasil decidiram declarar greve geral a partir da próxima sexta. O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) informou que a aérea iniciou uma demissão em massa de 900 tripulantes só nesta semana.

A Avianca Brasil por sua vez recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho para tentar impedir a greve. A apelação ainda não foi julgada. A empresa prometeu pagar os salários atrasados na sexta, dia 17.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos