Iberia confirma a compra da Air Europa pela metade do preço original

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O International Airlines Group (IAG) e a Globalia, dona da Air Europa, anunciam hoje (20) que alteraram o acordo original anunciado em 4 de novembro de 2019, sob o qual a subsidiária da IAG, Iberia, concordou em adquirir a totalidade do capital social emitido da Air Europa.

Nos termos do novo acordo, as partes concordaram que o valor a ser pago pela Iberia para comprar a Air Europa será reduzido de € 1 bilhão para € 500 milhões, com pagamento diferido até o sexto aniversário da conclusão da aquisição.

Os termos revistos do acordo estão condicionados à negociação entre a Iberia e a Sociedad Estatal de Participaciones Industriales (SEPI) ,relativamente aos termos do apoio financeiro prestado pela SEPI à Air Europa durante 2020. A Iberia tenciona começar discussões com a SEPI sobre essas condições em breve.

Assumindo a satisfação de todas as condições, a conclusão do processo está prevista para ocorrer no segundo semestre de 2021. A Aquisição ainda está sujeita à aprovação da Comissão Europeia.

Justificativa estratégica

O Conselho de Administração do IAG continua a acreditar que a aquisição continua a ser estrategicamente importante para o futuro do IAG e da Iberia e posiciona o Grupo para se beneficiar de oportunidades de crescimento à medida que a indústria emerge do impacto sem precedentes da crise COVID-19. Os benefícios da Aquisição incluem:  

• Aumentar a importância do hub do IAG em Madrid, transformando-o num verdadeiro rival de Amesterdã, Frankfurt e Paris;
• Desbloquear novas oportunidades de crescimento de rede; e
• Oferecer benefícios significativos ao cliente por meio de maior escolha e flexibilidade de programação e maiores oportunidades de ganhar e resgatar milhas.

O IAG continua a esperar que a aquisição gere sinergias de custo e receita significativas até 2026. A aquisição constitui uma transação Classe 2 para os fins das Regras de Listagem da Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido e, como tal, não requer a aprovação dos acionistas do IAG.

Histórico

A Air Europa é uma das principais companhias aéreas privadas da Espanha, operando voos regulares domésticos e internacionais em rotas europeias e de longo curso para a América Latina, Estados Unidos da América, Caribe e Norte da África.

Em 4 de novembro de 2019, o IAG anunciou que tinha oferecido adquirir a totalidade do capital social emitido da Air Europa por € 1 bilhão a ser liquidado em dinheiro na conclusão, o que estava previsto para acontecer no segundo semestre de 2020.

Em 18 de maio de 2020, a Air Europa assinou um contrato de empréstimo sindicado para um empréstimo a prazo de 5 anos de 141 milhões de euros parcialmente garantido pelo Instituto de Crédito Oficial (ICO). Este acordo estava dentro do quadro legal estabelecido pelo governo espanhol para mitigar o impacto econômico da COVID-19.

Em 31 de julho de 2020, o IAG divulgou que estava em discussões ativas com a Globalia sobre uma possível reestruturação da Aquisição, levando em consideração o impacto da pandemia COVID-19.

Em 11 de novembro de 2020, a SEPI aprovou empréstimos de até € 475 milhões por 6 anos a serem concedidos à Air Europa para apoiar a sua liquidez durante e após a pandemia. A aprovação desses empréstimos estava sujeita a certas condições não financeiras. A dívida financeira líquida da Air Europa, incluindo os empréstimos sacados da ICO e da SEPI, era de aproximadamente € 500 milhões no final de 2020.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias