Início Empresas Aéreas Ilha turística terá voo especial do grande Airbus A380 “tartaruga”

Ilha turística terá voo especial do grande Airbus A380 “tartaruga”

Airbus A380 azul de matrícula JA381A – Imagem: ken H / CC BY-NC-SA 2.0, via Flickr

A companhia aérea japonesa ANA – All Nippon Airways – é amplamente conhecida mundo afora por ter adquirido apenas três unidades do gigante avião de dois andares Airbus A380 para um uso bastante específico: voar entre o Japão e as ilhas americanas do Havaí no meio do Oceano Pacífico.

A busca dos japoneses por turismo no local é tão grande que a empresa escolheu para estes aviões pinturas de tartarugas marinhas do Havaí, em três cores diferentes, para aumentar ainda mais a promoção do destino turístico.

Airbus A380 verde de matrícula JA382A – Imagem: Suit Travel / CC BY 3.0, via Wikimedia Commons
Airbus A380 laranja de matrícula JA383A – Imagem: Airbus

Mas a pandemia chegou e os dois A380 já em operação (o terceiro – laranja – seria entregue em 2020, mas continua na Airbus até hoje por conta da crise aérea) deixaram de voar regularmente nas ligações de pouco mais de 7 horas entre o Japão e as ilhas.

Agora, conforme a vacinação contra a Covid-19 avança e as viagens internacionais começam a esboçar algum sinal de retomada (em agosto, cada um dos dois A380 já fez um voo para o Havaí), outra ilha turística deverá receber em breve uma visita de um dos grandes aviões de dois andares da ANA.

Trata-se de Okinawa, a quinta maior ilha do arquipélago japonês, próxima a Taiwan, que tem uma população de 1.453.750 (dados de 1 de setembro de 2019) e é a prefeitura mais distante ao sul do Japão. Na verdade, além da ilha principal, Okinawa inclui mais de 150 outras menores ao seu redor.

Imagem: Google Earth
Imagem: Shima Trip / CC BY-ND 2.0, via Flickr

Segundo a ANA, Okinawa tem um clima subtropical quente e úmido, recebendo mais de 2.000 mm de chuva por ano. É especialmente úmida durante a estação chuvosa que começa em meados de maio, frequentemente atingindo uma umidade de mais de 80%, mas os ventos vindos do mar evitam a sensação de abafamento de lugares quentes e úmidos.

Em Okinawa, uma área de resort popular por seus belos mares, um ponto turístico popular é o Aquário Okinawa Churaumi. Foi o primeiro lugar no mundo a criar e reproduzir em cativeiro várias mantas Alfred, a maior espécie de arraia-manta do mundo. Ele também tem um dos maiores tanques do mundo, onde você pode ver enormes tubarões-baleia nadando pacificamente.

Também há o Castelo de Shuri, que é o palácio do Reino de Ryukyu que prosperou por cerca de 450 anos a partir do final do século XIV. O castelo é iluminado todas as noites, do pôr do sol à meia-noite.

Para experimentar a cultura tradicional de Okinawa, o ponto é RyukyuMura. Há muitas atividades para desfrutar, como fazer um cão-leão à mão ou assistir à tradicional dança folclórica de Okinawa de Eisa.

Para fazer compras, há o Okinawa Outlet Mall Ashibinaa. O shopping possui mais de 100 lojas de tudo, desde marcas famosas a roupas casuais e esportivas. Existem também lojas de mercadorias em geral e lojas que vendem lembranças de Okinawa, por exemplo.

A companhia aérea ainda destaca que uma parte essencial para desfrutar de uma viagem a Okinawa é a culinária local, como o macarrão soba de Okinawa. Existem mais de 300 restaurantes de soba de Okinawa na prefeitura, cada um com seu próprio sabor distinto. Goya champuru (cabaça amarga frita) e arroz temperado Jushi são pratos caseiros típicos do local.

Para esta jornada de experiências, segundo reporta o Simple Flying, no dia 30 de outubro, um sábado, a ANA usará seu A380 de matrícula JA381A, pintado com a tartaruga de cor azul, para transportar passageiros do Aeroporto Narita, em Tóquio, até o Aeroporto Miyako Shimojishima, em Naha, capital da prefeitura de Okinawa.

Aeroporto de Naha – Imagem: Google Earth

Mas a operadora observa que um mínimo de 250 pessoas precisarão fazer reservas para que a viagem prossiga, e a aprovação do governo para os voos ainda não foi concedida, de modo que as rotas e os serviços de bordo podem mudar dependendo da evolução da pandemia, do clima e outras circunstâncias.

A partida em Narita está agendada para as 11h, com chegada em Okinawa às 14h15, em um voo de cerca de 1.150 milhas (1.850 quilômetros).

Os passageiros serão hospedados por duas noites, espalhados por Okinawa (o local da estadia dos passageiros depende de qual classe eles estarão sentados no A380, ou seja, de qual valor pretendem desembolsar pelo pacote do passeio).

No domingo, 31 de outubro, haverá também uma excursão detalhada opcional pelo Aribus A380 enquanto ele estiver estacionado no Aeroporto Miyako Shimojishima. Ao contrário dos voos reais, onde as cabines premium permanecem fora do alcance dos passageiros da cabine principal, os viajantes podem percorrer o avião todo nesta excursão.

Então, na tarde de segunda-feira, 1º de novembro, o grande avião voltará para Narita partindo às 15h.

Sair da versão mobile