Ilyushin diz que o novo IL-114-300 é mais econômico e voa mais longe que o ATR-72

A fabricante russa de aeronaves Ilyushin, que faz parte da United Aircraft Corporation (UAC), revelou mais detalhes sobre o status de seu programa do turboélice de passageiros IL-114-300, que avança em direção ao seu primeiro voo no final de 2020.

Ilyushin IL-114-300

O IL-114-300 é uma versão atualizada do Ilyushin IL-114 original que, na era da União Soviética, foi produzido em uma fábrica de aeronaves em Tashkent, na agora independente República do Uzbequistão. A versão atualizada produzida pela Rússia será alimentado por motores modernos TV7-117ST-01.

A empresa afirma que já assinou várias cartas de intenções para um total de 19 encomendas da aeronave, conforme Yury Grudinin, diretor geral de aviação da fabricante revelou em entrevista ao Expert Business Weekly.

Além disso, a Corporação Estatal de Leasing de Transportes (GTLK), uma das principais ferramentas do governo para o financiamento de aeronaves construídas internamente, manifestou interesse em 50 Ilyushin IL-114-300, dizendo que está “pronta para alugar essas aeronaves para companhias aéreas a partir de 2025”, de acordo com Grudinin, que avalia a demanda imediata do mercado para o tipo em torno de 60 aeronaves.

Além disso, continua ele, “há clientes indianos realmente interessados na produção da aeronave. Estamos agora a elaborar diferentes regimes de cooperação, incluindo a logística da produção de peças de aeronaves na Índia. As viagens aéreas domésticas entre diferentes estados estão se desenvolvendo rapidamente na Índia, então turboélices dessa classe estarão em demanda nos próximos anos”.

Executivo diz que IL-114-300 é melhor que o ATR-72

Grudinin aponta especificamente que a queima de combustível do IL-114-300 é de 500 quilos por hora, o que é menor do que o de seu concorrente, o ATR-72, que oferece uma capacidade de assentos semelhante. Junto com isso, a aeronave russa oferece um alcance maior – cerca de 5.000 km, contra os 3.600 do ATR. Três opções de capacidade de passageiros de 64, 52 e 50 assentos, com um compartimento de bagagem aumentado, estão em desenvolvimento.

A produção em série do IL-114-300 envolve quatro locais: Voronezh Aircraft Production Association, Aviastar-SP (Ulyanovsk), Sokol (Nizhny Novgorod) e a instalação Lukhovitsy da RSK MiG (perto de Moscou). Todos esses locais estão passando por extensas atualizações com novos equipamentos e montagem final está sendo criado em Lukhovitsy, que será equipado com uma linha de montagem automatizada.

Apesar do atraso contínuo do programa, uma empresa parece estar ávida por sua conclusao. É a companhia aérea regional KrasAvia, com sede em Krasnoyarsk, um dos potenciais clientes do IL-114-300, a mais nova a considerar sua aquisição para substituir seus obsoletos Antonov An-24 e An-26.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Mulher impedida de embarcar num voo porque ‘estava mostrando pele demais’

0
Uma mulher de 23 anos está reclamando que foi impedida de embarcar no voo VA-1447, de Adelaide para Gold Coast, da empresa aérea Virgin