Imagem histórica relembra a tristeza do último mês da VARIG

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Uma imagem publicada hoje por uma pessoa bastante conhecida na aviação nacional trouxe uma lembrança histórica e bastante impactante da grande empresa aérea brasileira que foi Viação Aérea Rio Grandense, a VARIG.

A foto acima foi publicada por Gianfranco Beting, o Panda, muito conhecido por seus belos trabalhos de fotografia e de criação de pinturas únicas e marcantes para fuselagens de aeronaves comerciais.

A imagem mostra a situação da “Pioneira” VARIG em julho de 2006, exatamente o mês em que a grande e mundialmente conhecida companhia aérea brasileira cessou suas operações após ter entrado em Recuperação Judicial em 2005.

Desde o início de sua história em 1927, com o primeiro avião registrado no Brasil – um Dornier Do J Wal, o chamado “Atlantico”-, até seu fim em 2006, a companhia teve quase 50 diferentes modelos de máquinas voadoras, deixando um rico legado de operação de alguns dos mais icônicos e famosos tipos de aeronaves.

Do J Wal “Atlantico” – Imagem: Museu Aeroespacial

Em seus últimos anos antes da falência, entre suas divisões de transporte de passageiros e de carga, a Pioneira operava Boeings 727, 737, 757, 767 e 777, além dos McDonnell Douglas DC-10-30 e MD-11, vários destes amontoados em 2006 no pátio da VEM – VARIG Engenharia e Manutenção – que se vê na marcante fotografia de Panda Beting.

Imagem: Gianfranco Panda Beting

No fim, de 2006 em diante a empresa foi dividida em duas, a “velha VARIG” e a “nova VARIG”. A primeira seguiu operando como Nordeste Linhas Aéreas e logo se tornou a Flex Linhas Aéreas, que não durou mais do que alguns anos. A segunda foi adquirida pela Gol Linhas Aéreas e completamente integrada a esta, na qual alguns poucos Boeings 737 ainda operam até hoje.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Avião Airbus A330-200 Air France

Queda do A330 da Air France após partir do Brasil deve...

0
O voo 447 da Air France, que era cumprido com o Airbus A330-200 F-GZCP, caiu no Oceano Atlântico no caminho do Rio de Janeiro para Paris.