Imagens do tail strike do avião Airbus A321 da Volaris

Volaris A321 Tail Strike Guadalajara
Parte inferior da cauda do A321 da Volaris

Na última quinta-feira, 12 de setembro de 2019, a agência de investigação de acidentes AIB do México informou que uma aeronave Airbus A321 sofreu um impacto do cone da cauda no solo, chamado em termos técnicos de “tail strike”, durante a decolagem de Guadalajara.

O Airbus A321-200 da companhia aérea mexicana Volaris, de matrícula XA-VLJ, executava o voo de número Y4-620 de Guadalajara para Mexicali, ambas cidades no México.

Segundo informações do The Aviation Herald, quando a aeronave partiu da pista 28 de Guadalajara, aparentemente devido ao emprego de uma rotação mais alta do que o ideal durante a puxada, a cauda entrou em contato com a superfície da pista.

A tripulação continuou o voo, subiu para o nível de voo 340 e pousou em segurança na pista 10 de Mexicali cerca de 2:15 horas após a partida.

A aeronave sofreu danos menores, mas a ocorrência foi classificada pela AIB como um incidente grave e está sendo investigada.

Veja a seguir mais algumas imagens dos danos na parte traseira da fuselagem do Airbus A321 da Volaris, e logo abaixo das fotos veja um outro caso recente de tail strike de um ATR da Avianca, que no caso ocorreu no pouso e foi gravado em vídeo.

Volaris A321 Tail Strike Guadalajara

Volaris A321 Tail Strike Guadalajara

Veja na matéria seguir o vídeo do tail strike da Avianca.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.