IndiGo conclui, em tempo recorde, a troca de motores PW em mais de 100 Airbus A320

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Airbus A320neo IndiGo
A320neo da IndiGo – Imagem: Airbus

A maior companhia aérea doméstica da Índia, IndiGo, concluiu na última semana a substituição obrigatória dos motores Pratt & Whitney (PW), que impulsionam sua frota de Airbus A320neo, antes do prazo final do regulador (DGCA) de 31 de agosto, informou uma matéria da CNBC americana.

Segundo dados do Planespotter, atualmente, a IndiGo tem 109 aviões A320neo com motor PW, os quais precisaram ser modificados pela fabricante antes de serem reinstalados. Enquanto isso, sua concorrente local, a GoAir, tem 43 jatos modelo, mas parece que a última está em uma má situação, já que provavelmente não concluirá o processo antes do prazo e terá que manter cerca de 20 aeronaves no solo.

O que acontece com os motores

Entre 2018 e 2019, a DGCA encontrou problemas na turbina de baixa pressão dos motores PW da frota de A320neo indiana. Ao longo dos últimos anos, ocorreram diversos incidentes de quebra da turbina (LPT), causando vibração do motor em voo e o desvio das aeronaves. Como resultado, a DGCA pediu à IndiGo e GoAir que instalassem motores modificados, num processo a ser conduzido em conjunto com a fabricante.

O prazo original era 12 de novembro, mas ele foi postergado três vezes por vários motivos, principalmente pela pandemia, que paralisou o processo de substituição do motor das duas operadoras. Com isso, a DGCA acordou com as empresas o prazo final de 31 de agosto de 2020.

Com a conclusão do processo na semana passada, a IndiGo e PW substituíram mais de duas centenas de motores em um período de cerca de um ano. Um recorde.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias