IndiGO planeja encomenda e pode salvar Airbus A330-800neo

A IndiGo, maior companhia aérea da Índia, planeja encomendar até 50 aeronaves Airbus A330neo para expandir sua rede além dos voos de curto alcance que atualmente opera pela Índia e outros oito países vizinhos.




A aérea estaria almejando o A330neo, mais especificamente o A330-800neo, versão que sucede o A330-200, e deve levar 257 passageiros na configuração típica de três classes e com um alcance 7.500 milhas náuticas (13.900km). Segundo preços de tabela, a negociação estaria avaliada em $13 bilhões de dólares, apesar da variante escolhida do A330neo não estar totalmente confirmada.

O A330-800neo ficou “orfão” após a Hawaiian trocar as oito encomendas aeronave por 10 Boeing 787-9 Dreamliner nesta semana. A IndiGo que atualmente possui a maior frota da Índia com 150 aeronaves Airbus A320 e tem recebido novas aeronaves regionais ATR 72-600, transporte o maior número de passageiros no país e detém 40% do mercado local.

Segundo fontes informaram à Bloomberg, a companhia baseada em Nova Déli negociou o 787 com a Boeing e o A350 com a Airbus antes de escolher o A330neo. O tempo reduzido de entrega, preço baixo de aquisição além da facilidade de treinar seus pilotos que atualmente voam o A320 foram fatores decisivos na escolha segundo uma das fontes.

O anúncio oficial da encomenda pode vir em Junho. Ao mesmo tempo, a InterGlobe Aviation, que é dona da IndiGo demonstrou interesse na aérea estatal Air India, que tem acumulado prejuízos e será privatizada ainda este ano. Mas independente da decisão de comprar ou não a Air India, a IndiGO irá iniciar voos low-cost de longo alcance. A empresa tem ainda mais 400 aeronaves A320neo e A321neoLR encomendadas.

Com informações da Bloomberg

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos