Infraero apresenta o plano de desenvolvimento do aeroporto de Anápolis (GO)

Construção da 2ª pista de Anápolis – Imagem: Governo de Goiás

Uma equipe da Infraero esteve reunida com o vice-governador de Goiás Lincoln Tejota e a equipe da Goinfra – Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes, na data de ontem, para apresentar o plano de desenvolvimento do aeroporto de Anápolis (GO). A informação foi dada pela empresa de infraestrutura aeroportuária em suas contas nas redes sociais.

A Infraero comenta que o aeroporto é um importante elo de crescimento da região e que o estudo faz parte de um protocolo de intenções para a melhoria dos aeródromos regionais de Goiás, assinado em maio com o Governo de Goiás e o Ministério da Infraestrutura.

“Para montar o plano reunimos técnicos de diversas áreas como engenharia, negócios, operações e meio ambiente, entre outras. Os próximos passos incluem a avaliação do plano apresentado e das condições de investimentos necessárias para a implementação do projeto”, diz a nota da Infraero.

Foto Infraero

Parceria

As ações em conjunto vão servir para nortear os investimentos necessários na melhoria dos equipamentos de Goiás, de acordo com o desenvolvimento do transporte aéreo regional que tem sido priorizado pelo Ministério da Infraestrutura, através da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) e da Infraero.

“Fizemos recentemente a concessão do aeroporto de Goiânia, temos a Ferrovia Norte-Sul, vamos implementar a FICO, em Mara Rosa, abrindo possibilidades para o agronegócio escoar a produção também pelo porto de Ilhéus, através da FIOL, ou pelos portos do Sul e Sudeste. E agora fizemos a concessão da BR-153”, disse o ministro Tarcísio Freitas quando o acordo foi firmado.

Entre 2019 e 2021, o MInfra investiu quase R$ 1 bilhão no incremento do transporte aéreo regional, seja com equipamentos de navegação aérea, ou reforma e construção de novos aeroportos. Até aqui, 112 municípios nas cinco regiões do país foram contemplados. A meta do governo é preparar o Brasil para chegar em 2025 com 200 cidades oferecendo voos regulares.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Azul Linhas Aéreas

Entidades do setor aéreo apoiam a ANP na alteração da Resolução...

0
A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), a Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA)