Infraero realiza primeiro Spotter Night do Aeroporto de Congonhas

O Aeroporto de Congonhas (SP) recebe o seu primeiro Spotter Night Infraero nesta quarta-feira 3 de julho.

Ao todo, foram 35 vagas para os interessados, que devem ter pelo menos 18 anos. A ação proporcionará aos fotógrafos profissionais e amadores a oportunidade de registrarem a operação do aeroporto em áreas normalmente restritas ao público, obtendo também imagens em ângulos únicos.

O evento é gratuito e começará às 15h, com uma palestra de boas vindas e um briefing sobre procedimentos de segurança. A presença nessa etapa é obrigatória para os participantes poderem ingressar no pátio de aeronaves ao entardecer, quando os fotógrafos poderão fazer as imagens.

Os spotters

A palavra spotter, em tradução literal, tem o significado de observador ou olheiro. Na aviação, o termo ganha uma variação: plane spotter, ou observador de aviões. O hobby do spotting é bastante praticado em diversos países e tem crescido também no Brasil.

Os spotters podem tanto observar a movimentação das aeronaves quanto registrar por fotografias ou vídeo as operações que envolvem a aviação.O termo surgiu na Segunda Guerra Mundial, quando alguns países que sofriam ataques de bombardeiros alemães começaram a encarregar cidadãos para observarem a movimentação de aeronaves, lançando um alerta no caso de aproximação de bombardeiros.


Informações pela Infraero.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.