Início Aeroportos Infraero realiza teste destrutivo na nova área de escape do aeroporto de...

Infraero realiza teste destrutivo na nova área de escape do aeroporto de Congonhas

Foto: AEROIN

A Infraero Brasil realizou um ensaio destrutivo do sistema EMAS, procedimento de teste para verificar o desempenho da tecnologia das novas áreas de escape da pista principal do Aeroporto de São Paulo/Congonhas, na terça-feira, 28 de setembro.

O teste consistiu em submeter uma área de mock-up – um modelo do sistema a ser efetivamente aplicado nas cabeceiras da pista – ao ingresso de veículo de emergência sobre a superfície. Primeiramente, foi utilizado um trator e, em seguida, um carro de combate a incêndio.

O ensaio foi acompanhado pelo diretor de Operações e Serviços Técnicos da Infraero, brigadeiro André Luiz Fonseca e Silva, pelo superintendente de Engenharia, Giuliano Capucho, pelo superintendente de Congonhas, João Jordão pelo gerente de Segurança Aeroportuária, Walter Stanisci e pelo gerente de Obras da Infraero em São Paulo, Douglas Ricardo Hypolito de Souza Ricardo Hypolito de Souza, além de representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil e do consórcio responsável pela construção KIBAG Airfield Construction AG.

Como já tem sido divulgado, o EMAS (do inglês “Engineered Material Arresting System”) é uma tecnologia que cria áreas de escape para auxiliar na desaceleração e retenção de uma aeronave que, em procedimento de pouso, ultrapasse o limite final da pista do aeroporto. É composta de um pavimento especial que, com o peso da aeronave, se desagrega sob o trem de pouso, provocando o “atolamento” das rodas.

Informações e Fotos da Infraero – Paulo Santos

Sair da versão mobile