ITA planeja voos intercontinentais em 2022; veja os destinos

Numa entrevista, o presidente do Grupo Itapemirim, Sidnei Piva, afirmou que os planos da empresa aérea ITA Transportes Aéreos incluem voos internacionais de longo curso a partir de 2022.

Airbus A330 da ITA em Concepção Artística – AEROIN

Numa entrevista concedida ao portal Terra em 28 de outubro, Sidnei falou que a empresa quer sim “fazer a lição de casa no mercado nacional”, mas sem parcerias com outras empresas e já traçando destinos intercontinentais.

É difícil não pensar em Miami e Nova York – que viraram praticamente quintal dos brasileiros – e também estamos de olho em Portugal, Espanha, França e Inglaterra. A Itapemirim com certeza estará com quatro destinos internacionais até o fim de 2022“, afirmou Sidnei ao jornalista Douglas Gravras.

A notícia vem como surpresa, já que o CEO da ITA Transportes Aéreos falou apenas no chamado “internacional doméstico”, que são os voos para os países sul-americanos. Este tipo de rota está dentro do alcance do Airbus A320 da empresa, que segundo Piva pode levar 170 passageiros mas “vão ter capacidade reduzida adequada à realidade de pós-covid-19“, em consonância ao ele tinha falado em uma entrevista anterior à Folha de São Paulo, prevendo apenas 110 assentos na aeronave.

No entanto, para chegar na Europa e EUA (a partir de São Paulo, Brasília e Rio, que são os hubs planejados da empresa), são necessários aviões de maior porte, como o Boeing 767 ou o Airbus A330, por exemplo.

Essa é a primeira vez que a empresa fala de voos internacionais. Até agora, porém, não deu nenhum outro sinal sobre suas futuras aeronaves de dois corredores (widebodies).

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias