Início Empresas Aéreas Já descolorido, único Airbus A380 português agora está no deserto

Já descolorido, único Airbus A380 português agora está no deserto

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O famoso Airbus A380 da Hi Fly, empresa portuguesa especializada em aluguel de aeronaves, foi retirado de operação no final de 2020, após sua manutenção mostrar-se custosa demais para uma demanda em queda em meio à pandemia. A notícia foi uma surpresa, mas confirmou como o baque foi forte para os portugueses, ao ponto de não apenas cancelar os planos que tinham, antes do Covid, de adquirir mais um superjumbo, mas aposentar o modelo em definitivo.

Pouco depois do anúncio, o voo de despedida foi marcado e realizado sobre o litoral português, com direito ao desenho de um coração nos céus. Em 17 de dezembro, o jato já estava sendo levado para uma manutenção na Airbus antes da devolução ao dono da aeronave.

No começo de janeiro, uma foto da aeronave em Toulouse emergiu, compartilhada pelo usuário @NunoSeletti no Twitter, que revelava que ela já havia perdido sua vistosa pintura azul e branca, com a qual a Hi Fly promovia a preservação dos recifes de corais ao redor do mundo (a mesma da foto de abertura dessa matéria).

E, por fim, nesse final de semana o gigante avião fez aquele que deve ser seu derradeiro voo por algum tempo. Segundo dados obtidos na plataforma FlightRadar24, pôde-se notar que o 9H-MIP partiu no sábado, 23 de janeiro de 2021, de Toulouse para Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

A jornada de 5 horas e 47 minutos rumo ao deserto tem por objetivo manter a aeronave em uma condição de estocagem de longo prazo, até que seu destino seja traçado. O 9H-MIP foi adquirido de segunda mão pela Hi Fly, após a Singapore Airlines aposentá-lo. Também foi o único A380 a operar numa empresa aérea portuguesa.

Sair da versão mobile