Jasmin Airways vai iniciar operações com E170

Foto de Ali Ben Amara (presidente da Jasmin Airways)

Após vários anos enfrentando a burocracia do governo de seu país, a empresa Jasmin Airways, finalmente, deve decolar. E com jatos produzidos no Brasil.

O governo da Tunísia protelou as licenças da Jasmin Airways por vários anos, por meio de medidas protecionistas em favor da empresa aérea nacional, a Tunisair.

A nova empresa terá por base o aeroporto Habib Bourguiba, na cidade de Monastir, 160 km ao sul da capital Tunis. Espera-se que os voos comecem nessa semana na rota para Sarajevo, na Bósnia, com uma aeronave E170 para 76 passageiros, arrendado da EgyptAir Express.

Enquanto isso, a empresa trabalha em sua expansão e até o final desse ano espera receber mais dois aviões.