Jato Embraer que perdeu controle em voo será desmanchado em Portugal

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um Embraer E190, que ficou conhecido após ter perdido o controle em voo em Portugal, devido a cabos de controle invertidos, será desmanchado.

Foto por NewsAvia

A informação foi divulgada pelo portal NewsAvia e o jato em questão é o Embraer E190 da empresa Air Astana, do Cazaquistão, que em novembro de 2018 teve um grave problema após decolar de Lisboa e perder os controles, com a tripulação lutando para recuperar o jato, que subia e descia de maneira abrupta.

Tratava-se de um voo de testes pós-manutenção na OGMA, uma subsidiária da Embraer, e o jato teve que ser desviado para o Aeroporto de Beja onde fez um pouso de emergência escoltado por caças F-16 da Força Aérea de Portugal. A carga estrutural imposta sobre a aeronave foi tão grande que os danos foram considerados irrecuperáveis, tornando a operação de reparo inviável.

Segundo o Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF) de Portugal, a falha em voo foi causada pela instalação inversa de cabos de comando que, por sua vez, inverteram os movimentos feitos pelos pilotos.

Desde então, o jato não voou mais e agora seu destino foi finalmente traçado. Ele está sendo desmanchado segundo as imagens divulgadas pelo jornal português. Não temos informações se a Air Astana será compensada de alguma maneira pela OGMA.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Governo Dória publica edital de concessão para 22 aeroportos regionais paulistas

0
O Governo de SP lança o edital de concorrência internacional para leilão da concessão dos 22 aeroportos regionais, atualmente administrados