Jatos Embraer próximos de voltarem a voar na desafiadora ilha de Santa Helena

A companhia aérea regional sul-africana Airlink planeja retomar os voos para Santa Helena, um remoto Território Britânico Ultramarino localizado no Atlântico Sul, em setembro de 2021, enquanto se aguarda a remoção da África do Sul da lista vermelha para Covid-19 do Reino Unido.

Antes da pandemia, a Airlink costumava servir a Ilha de Santa Helena semanalmente, além de realizar fretamentos esporádicos para a Ilha de Ascensão, usando aeronaves Embraer E190 com certificação ETOPS. O governo da ilha revogou em 1º de abril de 2021 as restrições de entrada após ter completado a vacinação de todos os 3.528 residentes.

A fim de manter o abastecimento aos cidadãos locais, voos fretados têm sido realizados a partir do Reino Unido. Um desses voos, operado pela Titan Airways, está programado para chegar a Santa Helena nessa quarta-feira, 12 de maio.

Pista de Santa Helena vista da cabine – foto Titan Airways

Embora os viajantes agora possam entrar em Santa Helena por via aérea e marítima, as medidas preventivas anti-Covid permanecem em vigor. Isso inclui teste na chegada, quarentena obrigatória de 14 dias e um resultado de teste negativo antes que o período de quarentena seja concluído. 

Todos os voos fretados para Santa Helena também são restritos a 96 passageiros, pois isso se alinha com a capacidade do sistema de teste e segurança de quarentena da ilha.

Voo para Santa Helena

Descoberta e batizada por navegadores portugueses, a Ilha de Santa Helena foi utilizada esporadicamente por embarcações a caminho das Índias para o reabastecimento de água doce. Numa viagem de volta a Portugal, um soldado chamado Fernão Lopes – acusado de traição em Goa, torturado e desfigurado em praça pública – decidiu isolar-se ali. Tornou-se o primeiro humano habitante da ilha, tendo como companheiro um galo que salvou das ondas após este ter saltado do convés de um navio.

Localizada no meio do Oceano Atlântico, a pequena ilha tem apenas 121 quilômetros quadrados e 6.600 habitantes (contando residentes e habitantes esporádicos). O aeroporto local foi inaugurado em junho de 2016 com sua pista contando com “longos” 1.950 metros de comprimento, mas seus fortes ventos e o relevo acidentado tornam a aproximação muito desafiadora.

Por sua aerodinâmica e tecnologia, os jatos Embraer tornaram-se uma ótima opção para domar os ventos dessa ilha tão isolada.

Imagem: Google Maps
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias