JetBlue encomenda 60 novos Airbus A220 para substituir Embraer

No mesmo dia em que a Airbus anunciou oficialmente que o projeto CSeries será renomeado para A220-100 e A220-300, a JetBlue, companhia aérea fundada por David Neeleman e irmã da brasileira Azul, anunciou uma grande encomenda de 60 aeronaves do novo modelo da Airbus.




Serão 60 aeronaves A220-300 (CS300) que serão produzidas em Mobile, no estado americano do Alabama, onde a Airbus já possui uma fábrica e produz aeronaves da série A320, como os A321 que equipam a JetBlue.

“Nós estamos confiantes de que o A220 irá se dar bem em todos os aspectos, incluindo malha, custo, manutenção e experiência do passageiro. Simplesmente nossos funcionários, clientes e donos da empresa irão amar esta aeronave”, declarou Robin Hayes, CEO da JetBlue.

Como parte do acordo, a JetBlue também converteu 25 pedidos anteriores do A320neo para aeronaves A321neo, cancelando assim a encomenda do A320neo. A transição de pilotos do A220 para os A320 e A321 também será mais rápida e simples, afirma a JetBlue. A empresa também terá a flexibilidade de converter alguns pedidos para o menor A220-100 (CS100) se quiser.

As aeronaves começarão a ser entregues em 2020, quando começa a aposentadoria dos 60 jatos Embraer E190 que a companhia atualmente opera.

Pela Assessoria de Imprensa da JetBlue.

JetBlue teria conseguido desconto de 70% no Airbus A220

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos