Juiz multa empresa que vendeu passagem para a Europa com escala em Nova York

O fato parece bizarro, mas aconteceu de verdade e foi em Santa Catarina. O indivíduo havia comprado passagens de ida e volta para Munique, na Alemanha, através de uma agência de viagem, quando recebeu o e-mail com o bilhete aéreo descobriu que o voo de volta fazia uma escala em Nova York.

048a

Diante do fato de não possuir visto americano, o turista teve de cancelar sua passagem. Com a recusa da agência de devolver o dinheiro, a qual alegou que apenas intermediou a negociação e que os valores já haviam sido repassados à empresa aérea, o homem resolveu entrar na justiça.

O juiz Marlon Negri, que respondia pela Vara da Fazenda Pública da comarca de Jaraguá do Sul, negou pedido de antecipação de tutela formulado por empresa com atuação no ramo de turismo e confirmou, desta forma, multa de R$ 94 mil aplicada pelo Procon daquele município após reclamação de um consumidor por má prestação de serviços e recusa em restituir valores.

Autos n. 0309638-08.2015.8.24.0036.