Garota que sonha pilotar Boeing 777 ganha visita a jato da LATAM com surpresa no cockpit

Um bonito momento de realização de um sonho foi protagonizado nesta sexta-feira, 4 de dezembro, pela concessionária GRU Airport, que administra o Aeroporto Internacional de Guarulhos, e pela LATAM Airlines, quando ambas surpreenderam uma garota de 17 anos que adora o avião Boeing 777 e que já se dedica para um dia pilotar o jato.

Tudo começou algum tempo atrás, quando a jovem Julia Salgueiro entrou em contato com a GRU Airport fazendo um pedido: por seu amor ao maior bimotor comercial do mundo, ela gostaria de acompanhar um ‘walk around’ (inspeção que o piloto faz por toda a aeronave antes do voo) na aeronave que ela voaria.

Segundo Julia, ela fez o contato com a concessionária porque “se fosse fazer o pedido na hora do voo, provavelmente seria inviável, afinal, o comandante tem que prestar muita atenção e não pode se distrair durante o procedimento”. Foi então que a GRU Airport coordenou com a LATAM não apenas a realização do pedido, mas duas outras surpresas à jovem.

Mas antes de prosseguirmos, vamos conhecer um pouco sobre a Julia.

Paixão pela aviação desde criança

Em conversa com o AEROIN, ela conta que seu amor pela aviação começou quando sua avó se deitava no quintal com ela para ver as aeronaves passando após decolarem pela pista 27 do aeroporto de Guarulhos.

Com o passar do tempo, a paixão se intensificou por conta de sua primeira viagem de avião. “Fiquei completamente apaixonada vendo algo tão grande na minha frente”, relembra Julia, sobre a aeronave A320 da antiga TAM.

Julia em sua primeira viagem de avião – Imagem: arquivo pessoal

Essa primeira viagem foi com destino a Fortaleza, no Ceará, porque seus avós, que apoiam a busca de Julia por ser piloto, queriam muito levá-la para viajar de avião. A garota diverte-se ao lembrar: “Escolhemos um destino com parque aquático e muito calor. Chegamos lá, e após os dias de parque, tudo o que eu mais queria era voltar para São Paulo, obviamente para viajar de avião de novo”.

O avô Gerson de Julia, que sempre a leva ao aeroporto quando há algum evento ou avião diferente para ser fotografado, mais uma vez estava ao lado dela na ocasião especial de hoje e acompanhou de pertinho tudo que aconteceu.

Julia e o avô Gerson no cockpit

O contato com a GRU Airport e a resposta

Segundo Julia, a ideia de fazer o contato com a GRU Airport surgiu porque ela sempre teve um carinho especial pelo Aeroporto de Guarulhos. “Todas as vezes que fui para Guarulhos, seja por viagem ou pelo spotting, fui muito bem recebida e tudo mais. Achei que seria viável pedir para acompanhar o walk around”, diz ela.

Algum tempo depois, ela recebeu resposta da concessionária e da LATAM. “Perguntaram várias coisas sobre mim e sobre o voo e eu expliquei tudo. Falei sobre minha paixão por aviação e disse que estaria fazendo esse voo bate e volta simplesmente pelo prazer de voar, então seria muito especial ter a chance de ficar ali pertinho mesmo em um momento de crise mundial”, conta.

Foi então que ela recebeu a informação que conheceria o CML – Centro de Manutenção da LATAM. “Quase morri de alegria! Fiquei muito feliz com a atenção que a GRU Airport e a LATAM deram para o meu pedido”.

Mas, como dissemos acima, duas surpresas haviam sido preparadas para ela. A primeira era que em sua visita ao CML ela seria acompanhada por um comandante de Boeing 777 da LATAM, que faria com ela o ‘walk around’ em um triplo sete. A outra aconteceria mais tarde no cockpit do 777.

Enquanto aguardava até sua entrada no hangar da companhia, Julia foi abordada pelo Comandante Marcos Eduardo Fechner, que a informou sobre a primeira surpresa.

Fechner nos conta que está na linha aérea há 24 anos e acumula em torno de 17.000 horas totais de voo. Em sua carreira, voou aeronaves Fokker 100, Airbus A319/320, Airbus A330 e, desde 2014, o Boeing 777. Já são 2.500 horas na função de Comandante no grande bimotor.

Foi toda essa experiência que acompanhou Julia por toda a visita. Logo ao entrar no hangar de manutenção da LATAM, uma pausa diante do 777-300ER de matrícula PT-MUH, onde Fechner iniciou as explicações e matou curiosidades da jovem.

Em seguida, passando ao pátio do CML, lá estava outro triplo sete da LATAM, o PT-MUF, que protagonizou o passeio pelo lado de fora e, depois, em seu interior.

O Comandante caminhou com Julia por toda a volta da aeronave, explicando todos os detalhes da inspeção pré-voo, desde os trens de pouso até as empenagens, passando por motores, asas, fuselagem e tudo mais que faz parte do ‘walk around’. A garota, que é spotter (como são chamados os observadores e fotógrafos de aeronaves), aproveitava tanto as explicações quanto a oportunidade de fotografar tudo bem de perto.

Por fim, foi a hora de subir as escadas e passear por todo o interior, incluindo, é claro, o “escritório” de trabalho dos pilotos, o bonito cockpit do 777.

Julia pôde caminhar com o Comandante por todas as classes da aeronave, pelas galleys, e até conhecer as áreas de descanso da tripulação – dos pilotos logo atrás do cockpit e dos comissários na parte traseira da fuselagem.

Área de descanso dos comissários no Boeing 777

Então, após adentrarem à cabine de comando e estarem algum tempo trocando muito papo por lá, Fechner contou a Julia a segunda surpresa. A partir daquele momento, ela estava convidada a um dia inteiro no Centro de Treinamento da LATAM, por onde ela provavelmente passará no futuro ao seguir adiante na busca de seu sonho de pilotar um 777.

Só há um porém: por ser menor de idade, ela precisará aguardar completar seus 18 anos para que possa realizar todas as atividades típicas dos treinamentos do local.

Veja no vídeo a seguir o momento do anúncio do Comandante no cockpit do jato:

Diante da experiência e das surpresas, Julia agradece com entusiasmo:

“Hoje foi um dia maravilhoso! Tive chance de ficar perto de grandes aeronaves e conhecer um comandante de uma aeronave extremamente incrível, o Boeing 777. Fico muito grata pela atenção de todos, me senti muito especial e, mais do que nunca, percebi que nasci para ser aviadora. Estar ali no maior bimotor do mundo podendo tocar nele é uma sensação única!!!

Ainda mais com a surpresa que a LATAM fez quando o Comandante contou que eu teria a honra de conhecer o Centro de Treinamento de Pilotos. Tenho muito a agradecer pelo dia de hoje, a equipe foi sensacional e realizar mais um grande sonho com a maior linha aérea da América do Sul é incrível. Me senti extremamente realizada e não tenho palavras para agradecer toda a equipe que esteve comigo lá realizando esse sonho!”

Julia tem um perfil no Instagram com belas fotos de seus passeios pelos aeroportos. Para conhecer, basta clicar aqui.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Com estratégia, FedEx muda de país seus pilotos e famílias para...

0
Quarentena para tripulantes tem sido uma dor de cabeça para algumas companhias aéreas, e agora a FedEx está fugindo disto de maneira radical.