Korean Air compra a Asiana Airlines com a ajuda do governo coreano

Airbus A380 da Asiana e Korean Air pousam simultaneamente em Seul – Hyeonwoo Noh

O negócio, avaliado em $1,6 bilhões de dólares americanos, foi anunciado agora na madrugada de segunda-feira, 16 de novembro, pela Reuters e confirmado por diversos jornalistas do setor como Jon Ostrower, do The Air Current. A compra da Asiana Airlines pelo grupo controlador da Korean Airlines criará um monopólio no setor aéreo da Coreia do Sul.

O grupo Hanjin Group, que controla a Korean Air, maior empresa aérea da península coreana, terá 30% da Asiana Airlines, segunda maior empresa da Coreia do Sul e principal concorrente da Korean Air.

Em torno de US$722 milhões virão do Banco de Desenvolvimento da Coreia (KDB), equivalente ao BNDES brasileiro. O KDB é um dos credores da empresa, que tem enfrentado dificuldades desde meados de 2019, que foram agravadas pela crise do Coronavírus.

As ações serão oriundas do maior controlador da Asiana, o Kumho Asiana Group, que também atua no setor de engenharia e construção. Com isso, a Korean passa a deter a maior parcela das ações e a controlar o grupo.

Com a futura fusão das empresas, a Korean Air se tornará a 15ª maior companhia aérea do mundo, com uma frota de 251 aeronaves, incluindo 16 aviões Airbus A380, a maior aeronave do mundo.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias