Início Aeroportos Lançado guia para que aeroportos tenham uma recuperação sustentável

Lançado guia para que aeroportos tenham uma recuperação sustentável

O Conselho Internacional de Aeroportos (Airports Council International | ACI World) anunciou hoje, 27 de setembro, que lançou um abrangente guia de orientações para apoiar gestores de aeroportos a posicionar a sustentabilidade no centro de suas estratégias enquanto trabalham para a recuperação do setor no longo prazo.

O documento ACI World Sustainable Recovery Best Practice destaca as vantagens de incorporar a sustentabilidade aos planos de recuperação, incluindo acesso a financiamentos por meio de medidas governamentais de estímulo e títulos vinculados à sustentabilidade, bem como desenvolver um modelo de negócios mais equilibrado que leve em consideração a sustentabilidade social, ambiental e econômica.

A publicação fornece uma tabela de boas práticas e exemplos de atuação sob três pilares de sustentabilidade e governança, que os aeroportos em todo o mundo devem considerar ao desenvolverem seus próprios planos de recuperação sustentável. Trata-se de uma abordagem passo a passo para construir tal plano também está incluída.

Segundo o diretor-geral da ACI World, Luis Felipe de Oliveira, à medida que a indústria busca as melhores formas de se reerguer, os aeroportos têm reconhecido as vantagens de uma estratégia de recuperação centrada na sustentabilidade.

“Embora a saúde e as expectativas em evolução dos passageiros permaneçam centrais para os aeroportos e para a recuperação sustentada do setor, as mudanças climáticas e outras externalidades relacionadas continuam sendo o maior risco que enfrentamos como indústria e como humanidade. Acreditamos que o papel da aviação no pós-pandemia, descarbonizando a sociedade e a economia global, seja fundamental, mas os esforços contínuos exigirão o apoio dos governos e de outras partes interessadas”, disse Luis Felipe.

“Os atores da aviação e de outros setores precisarão colaborar ainda mais para identificar soluções que concretizem a transformação positiva que a sustentabilidade pode trazer ao setor, à economia em geral e ao cumprimento de cada uma das Metas de Desenvolvimento Sustentável da ONU”, completou.

Em junho de 2021, os aeroportos membros da ACI em nível global se comprometeram com o compromisso Carbono Zero Líquido (Net Zero Carbon) até 2050. Até o momento, 352 aeroportos foram credenciados pelo programa Airport Carbon Accreditation, o único padrão de certificação de gerenciamento de carbono aprovado institucionalmente para aeroportos.

Como um complemento ao guia de boas práticas, o documento ACI World Sustainable Recovery Case Studies fornece exemplos de sucesso de seis aeroportos sob os três pilares da sustentabilidade. Os estudos de caso destacam alternativas sustentáveis para os aeroportos considerarem enquanto planejam a recuperação no curto, médio e longo prazos, e mostram que, embora muitas boas práticas anteriores à pandemia permaneçam válidas, o mundo pós-Covid-19 pode exigir abordagens diferentes.

O guia de recuperação sustentável é lançado estrategicamente antes da Assembleia Geral Anual da ACI World, que vai acontecer em Cancún, México, de 21 a 24 de novembro de 2021. O evento deste ano terá como tema “Runway to Recovery: Reconnecting Aviation for a Sustainable Future”, ou algo como “Pista para a Recuperação: Reconectando a Aviação para um Futuro Sustentável”.

Informações da ACI World

Sair da versão mobile