Lançado livro com recortes trazidos ao Brasil por Santos-Dumont, veja como acessar

Em celebração ao 148º aniversário do nascimento de Alberto Santos-Dumont, o Centro de Documentação da Aeronáutica (CENDOC) lançou, nesta última terça-feira (26), o livro “E o Mundo Falava de Santos-Dumont…”.

A solenidade ocorreu no Comando da Aeronáutica, em Brasília (DF), e contou com a presença de membros do Alto-Comando da Aeronáutica; do Diretor do CENDOC, Coronel Intendente Aldo José Pereira da Rosa; e do sobrinho-bisneto de Alberto Santos-Dumont, Alberto Dodsworth Wanderley.

A publicação comemorativa prefaciada pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, tem o objetivo de difundir o acervo documental do Pai da Aviação. O lançamento também faz referência ao aniversário de 52 anos do CENDOC, e ocorre no mês do Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira.

O livro é composto por notícias de jornais de diversos países, como Rússia, Polônia, Grécia, França, Alemanha, Inglaterra, Espanha, dentre outros, bem como pela iconografia original do arquivo pessoal de Santos-Dumont. Além disso, a obra traz reportagens de jornais brasileiros, datadas do início do Século XX, transcritas fidedignamente.

A obra apresenta recortes de jornais autênticos, colecionados e trazidos ao Brasil pelo próprio Santos-Dumont, cuja aquisição se deu por meio do serviço de coleta de notícias, em sua maioria pela Agência “Le Courrier de La Presse”.

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Baptista Junior, comemorou o lançamento da obra no Mês da Asa. “Há alguns anos, celebrávamos a Semana da Asa e agora temos um mês inteiro de atividades. E agora, encerrar outubro com esta obra é um privilégio. Este livro trata sobre um personagem que fez um dos maiores feitos históricos. Há 115 anos, Santos-Dumont decolou em Paris para realizar um voo de cerca de 20 segundos que mudou toda a humanidade”, declarou.

O sobrinho-bisneto de Santos-Dumont, Alberto Wanderley, autografou o primeiro exemplar do livro “E o mundo falava de Santos-Sumont…” e afirmou estar muito grato com a homenagem. “O acervo que deu origem ao livro foi guardado muito tempo pelo meu pai, que organizou todos os recortes de jornais. Após o falecimento dele, minha mãe decidiu entregar ao CENDOC para que fosse guardado de forma mais adequada. Agora, está no lugar que devia estar, uma vez que Santos-Dumont começou tudo isso e está entre os seus”, disse.

Para o Diretor do CENDOC, Coronel Intendente Aldo José Pereira da Rosa, a obra é um convite para uma viagem sobre a vida do aeronauta. “O leitor poderá se transportar no tempo e fazer uma imersão nos jornais da época, que exaltam os feitos do célebre inventor e são motivo de orgulho para todos nós, brasileiros”, disse.

Nos próximos dias, o acesso ao livro poderá ocorrer, virtualmente e gratuitamente, no site do CENDOC.

Informações da Força Aéreas Brasileira

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias