Latam Airlines pede ainda mais tempo para apresentar plano de reestruturação

A Latam Airlines, através dos seus representantes legais, solicitou ao Tribunal de Falências do Distrito Sul de Nova York, na terça-feira (12), o adiamento do prazo para apresentar seu plano de reestruturação de acordo com o Capítulo 11. Segundo o La Republica, esse é o segundo pedido feito pela empresa. O primeiro, em setembro, pedia a extensão do prazo até o final de março de 2021.

Por meio de uma proposta, e que será tratada na audiência marcada para 27 de janeiro, a empresa pede que a nova data seja até 30 de Junho de 2021. Os credores teriam, depois disso, mais dois meses para se posicionarem.

Tal pedido também coloca em dúvida a capacidade da empresa de sair da recuperação no segundo semestre do ano, como anunciado no mês de dezembro pelo CEO do grupo, Roberto Alvo. No entanto, a situação da pandemia se deteriorou em muitos países, gerando grande incerteza nos decisores das empresas.

Sob o Chapter 11, a empresa já teve seu plano de financiamento aprovado ainda no ano passado e recebeu aportes que lhe dão liquidez e capital de giro. Para o mês de junho, é esperado que a empresa dê mais detalhes sobre um processo de reestruturação mais amplo, que pode incluir até a mudança na forma de operação. Há analistas que apostam que a Latam virará uma empresa low-cost, mas apenas o tempo poderá dizer.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Após pedidos, empresa explica que não pode vender peças de seu...

0
Para a infelicidade dos interessados, a companhia explica os motivos que fazem com ela não possa proceder com o repasse das partes.