LATAM Airlines pretende voar para Israel em 2018

O Grupo LATAM Airlines e suas filiais anunciam hoje (8/11) a intenção de iniciar operações para Tel Aviv (Israel). O voo será operado pela LATAM Airlines a partir de Santiago do Chile com escala em São Paulo (SCL-GRU-TLV) e ainda depende das aprovações das autoridades regulatórias.




O novo voo deve contar com três frequências semanais a partir do fim de 2018, permitindo conexões para passageiros de toda a América Latina. O modelo de aeronave não foi confirmado mas é esperado que seja o Boeing 787 Dreamliner. Será a primeira rota da LATAM para a Ásia.

Em outubro, o Grupo LATAM Airlines já havia anunciado três novos destinos internacionais: Roma, Lisboa e Boston. As passagens aéreas para Roma já estão disponíveis nos canais de venda da companhia, que ainda aguarda as aprovações das autoridades regulatórias para confirmar as operações para Boston e Lisboa.

Com quatro novas operações internacionais, o Grupo LATAM Airlines terá 144 destinos em 27 países. Desde o início de 2016, a companhia já anunciou e lançou 26 novas rotas internacionais – como São Paulo-Joanesburgo, Lima-Barcelona, Lima-Washington DC, Santiago-Melbourne e Lima-San José, na Costa Rica.

Retorno da conexão direta com a terra santa

Considerado um local sagrado por cristãos, judeus e islâmicos, a região aonde é hoje Israel tem forte conexões com o Brasil, que tem a população de maioria cristã e também conta com grandes comunidades judaicas e islâmicas. A conexão direta entre os dois países já foi feita pela aérea israelense El Al.

A companhia chegou a operar para o Brasil com o 777-200ER, mas a rota foi cancelada em 2011 devido ao alto preço do combustível associado aos desvios necessários pelo fato da companhia estar proibida de sobrevoar a maioria dos países árabes, além de atritos na época entre os governos brasileiro e israelense.

O voo da LATAM entre São Paulo e Tel Aviv deve durar em torno de 14 horas, sendo também a rota mais longa da companhia a partir do Brasil, e o segundo mais longo do Grupo LATAM, ficando atrás da rota Santiago – Melbourne com 15 horas de voo.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Grupo LATAM

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Avião Airbus A330-200 TAP Air Portugal

TAP apresenta resultados do 1º semestre de 2020; prejuízo foi de...

0
A Grupo TAP emitiu um comunicado ao mercado, apresentando seus dados operacionais e financeiros referentes ao primeiro semestre de 2020.