LATAM aposta na Colômbia e anuncia novas rotas para 2021

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A LATAM está otimista quanto à reativação de rotas e conexões na Colômbia, revelando em seus planos de crescimento para os primeiros meses de 2021 um aumento de 30% em suas operações em relação a dezembro de 2020, diz a matéria do nosso parceiro Aviacionline.

Segundo a Aerocivil, entre janeiro e novembro de 2020 a empresa transportou 2.072.534 passageiros na Colômbia, o que representa uma redução de 67% em relação ao mesmo período de 2019. Em dezembro, 55% das operações no país foram reativadas.

Nas rotas domésticas, a empresa transportou 1.835.000 passageiros em comparação com 5.284.285 no ano passado, uma redução de 65%. Por outro lado, as rotas internacionais foram as mais atingidas, tendo uma redução de 75%, de 968.388 para apenas 237.534 viajantes em 2020.

Para a LATAM, o mercado interno colombiano apresenta melhores taxas de recuperação, sendo apenas superada pela Avianca. A empresa destaca que três rotas conseguiram se posicionar como as que mais transportam passageiros: Bogotá-Medellín com 40% de participação de mercado, Bogotá-Cali com 46% e Bogotá-Leticia com 76%.

“A pandemia gerou a crise mais profunda e complexa na indústria aérea global. No entanto, também existem oportunidades para o mercado se reconfigurar. Na LATAM estamos sendo agressivos em nossa oferta, pois temos a capacidade de reagir rapidamente para que o país tenha uma oferta de transporte aéreo mais diversificada e acessível. Estamos satisfeitos com os resultados que obtivemos até agora”, indicou o Diretor Executivo da LATAM Colômbia, Santiago Álvarez Matamoros..

Essa agressividade do mercado nacional se reflete no anúncio de cinco novas rotas para sua malha e na reativação de outras duas ligações que foram suspensas por conta da pandemia:

Data de inícioDoPARA
1 de JaneiroBogotá (BOG)Valledupar (VUP)
1 de JaneiroMedellin (MDE)Cali (CLO)
2 de janeiroMedellin (MDE)San Andres (ADZ)
1 de fevereiroBogotá (BOG)Pasto (PSO)
1 de fevereiroCali (CLO)Santa Marta (SMR)
1 de fevereiroCali (CLO)Barranquilla (BAQ)
Sem dataMedellin (MDE)Montería (MTR)

No que diz respeito às operações internacionais, a empresa atualmente voa de Bogotá a Lima, Santiago do Chile, São Paulo e Rio de Janeiro. Há também planos para retomada de rotas e incrementos das atuais em janeiro, mas ainda de maneira tímida.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

ANAC publica a Classificação AVSEC de Aeroportos para 2021

0
No dia 26 de fevereiro, foi publicada no Diário Oficial da União a Portaria nº 4.315, de 23 de fevereiro de 2021, que divulgou a classificação