LATAM apresenta hangar com teste “festa da espuma”

No início da tarde de hoje (07) a Latam Brasil abriu com exclusividade à reportagem as portas das instalações de seu mega hangar ainda não inaugurado no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos – o GRU Airport – para demonstrar como é feita a certificação de segurança do local, antes que ele possa receber as aeronaves.




Investimento foi cerca de R$ 130 mi

Andrea Juste, gerente de infraestrutura aeroportuária e principal responsável pelo projeto, nos informou que este é um grande passo para o projeto, que vem sendo planejado há mais de 3 anos pensando em atender a demanda da frota. A Latam prevê que o projeto refletirá na qualidade do produto final que é entregue ao passageiro da companhia, com mais agilidade e conforto para a logística dos reparos e manutenções preventivas que são realizadas no hub.

O teste inusitado foi o desafio de preencher o espaço do hangar principal, com uma área de 7 mil metros quadrados, com 1 metro e 80 cm de espuma química especial para a contenção de incêndios em aeronaves, e tudo isso em apenas 3 minutos.

Quer ver como foi? A transmissão ao vivo se encontra disponível no nosso Instagram

Armazém para componentes aeronáuticos já está pronto

O hangar de manutenção está em linha com uma série de medidas adotadas para consolidar as operações da empresa no seu principal hub (centro de conexões) internacional em Guarulhos. “A construção do hangar será um marco que consolidará os nossos esforços em desenvolver uma estrutura que promova ainda mais eficiência nas operações, priorizando a segurança, valor inegociável da companhia“, diz Sergio Novato, diretor de manutenção da LATAM Airlines Brasil.

Durante os três turnos de trabalho, mais de 410 funcionários realizarão as manutenções preventivas dos aviões, que acontecem entre cada voo. As manutenções periódicas previstas nos manuais dos fabricantes, que demandam mais tempo e recursos, continuarão a ser feitas no centro de manutenções da companhia em São Carlos, interior de São Paulo.

A nova edificação terá capacidade para atender simultaneamente sete aeronaves de dois corredores (widebody), como os Boeing 777, 767 e 787 e o novo modelo Airbus A350, ou até 19 aviões de um único corredor (narrowbody) da família Airbus A320 em um espaço de mais de 65 mil metros quadrados.

O Centro de Manutenção de Linha (CML) trará ainda vários outros benefícios para o Grupo LATAM. Por contar também com oficinas e estoque de componentes aeronáuticos, a logística de suprimentos – e dos próprios itens que devem passar por manutenção – será ainda mais eficiente. “Além disso, aprimoraremos diversos outros processos, como por exemplo, a realização de testes em motores, hoje restritos a determinados horários. Com o novo hangar instalaremos uma barreira acústica que possibilitará realizar tais testes em qualquer momento do dia e da noite sem incomodar a vizinhança do aeroporto”, diz Novato. O executivo ainda lembra que o novo hangar será construído sob uma plataforma sustentável que deve promover a redução do consumo de recursos como água e energia elétrica.

 

Com informações da assessoria de imprensa Latam Airlines Brasil.




LATAM confirma construção de hangar de R$130 milhões no GRU Airport

LATAM consegue liberação de voos internacionais em São Carlos/SP

Azul lança pedra fundamental do novo hangar de Campinas

André Le Senechal

Piloto comercial, ICAO 5. Formando no Bacharelado de Aviação Civil. Respira o ar do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos. Profissional de infraestrutura aeroportuária e controle/despacho operacional de voos. Plane Spotting e Simuladores de voo.