LATAM Brasil irá movimentar pilotos do Airbus A350 para aviões menores

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Com as duras regras de fronteiras mundo afora e a baixa perspectiva de retomada plena dos voos internacionais, a LATAM está promovendo uma troca dos pilotos do Airbus A350 para jatos menores.

Cabine do A350 enquanto sobrevoa São Paulo – Qatar

A informação foi divulgada num e-mail interno da companhia aos seus tripulantes, ao qual o AEROIN teve acesso hoje. Na comunicação, é informado que a empresa não irá renovar a licença dos tripulantes que voam o Airbus A350 XWB, o mais novo avião da frota. Apesar do e-mail especificar números apenas de pilotos e comandantes, a não revalidação também irá abranger os comissários, que também passam por treinamento específico.

Ainda segundo o comunicado, o motivo para a não renovação é a baixa demanda nos voos internacionais de longo curso, causada pela pandemia.

Ao mesmo tempo, isso não confirma que a empresa deixará de operar permanentemente o A350, muito pelo contrário, espera-se que seja uma medida temporária. Na comunicação, “a LATAM diz que está renegociando todas as aeronaves da frota e só após essas negociações terá uma decisão sobre a continuidade de cada modelo e profissional na frota Widebody“.

Airbus A350 (esq.) A320neo (dir.) da LATAM

Os Widebodies são os aviões de fuselagem mais larga e que possuem dois corredores na cabine de passageiros. Com maior capacidade e tamanho, são utilizados em voos internacionais longos e domésticos de alta densidade.

Os tripulantes que atualmente voam no Airbus A350 serão transferidos para o menor A320, que cumpre voos domésticos e voos internacionais de média duração, sendo esses parte da espinha dorsal da empresa.

O A320, por sua vez, é um jato narrowbody, ou seja, de fuselagem estreita e corredor único. Na LATAM, ele leva até 174 passageiros. Segundo o e-mail, em novembro serão transferidos 25 copilotos e 24 comandantes do A350 para o A320, no que é considerado como uma espécie de downgrade. Não foi especificado o número de comissários que irão sofrer a movimentação.

Entramos em contato com a empresa, que nos confirmou a movimentação e enviou a seguinte nota: A LATAM Airlines Brasil confirma que, devido à negociação de suas aeronaves Wide Body por conta da baixa demanda de voos internacionais de longa distância, irá fazer movimentações de sua tripulação que opera o Airbus A350 para operar o Airbus A320.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias