Latam Brasil reinicia processo de ‘retrofit’ de aeronaves Airbus A320 e A321

A LATAM, através de seu centro de manutenção (ou MRO – MaintenanceRepair and Overhaul), localizado na cidade de São Carlos, no interior de São Paulo, está retomando o plano de modernização dos interiores das cabines de aeronaves Airbus A320 e A321.

A retomada do projeto significa que, até setembro de 2022, passarão pelo retrofit 30 aeronaves Airbus A320 e A321 da LATAM Brasil, e outras 44 de mesmo modelo pertencentes às frotas das demais empresas do Grupo LATAM. Para esta fase, a LATAM contratou 80 novos profissionais e mais 100 serão chamados até o final do ano.

A retomada do projeto de retrofit na LATAM MRO é um claro indício de que voltamos a competir de forma mais agressiva no mercado brasileiro, com um produto mais moderno e eficiente para os nossos clientes”, afirma o diretor de Manutenção da Latam Brasil, Alexandre Peronti. “Para toda a equipe em São Carlos, é muito importante retomar esta atividade paralisada na pandemia, e que coloca à prova toda a nossa capacidade de entregar uma manutenção aeronáutica de excelência mundial”.

Mega investimento

Conforme anunciado em 2019, a reformulação das cabines das aeronaves do Grupo LATAM é o maior investimento da história da companhia (cerca de US$ 400 milhões), sendo que metade deste montante foi alocado na operação da LATAM Brasil.

Com a pandemia do Coronavírus, o projeto havia sido paralisado em março de 2020. Até então, 29 aeronaves (28 A320 e 1 A321) da frota da LATAM Brasil haviam passado pelo processo de retrofit, além de outros 15 A320 das afiliadas do Grupo.

O que é o Retrofit

O processo de retrofit resulta na desmontagem completa da cabine da aeronave, troca de todas as poltronas, troca do lavatório e galley, além de colocar os reforços estruturais necessários para a nova configuração interna, que passa a contar com a cabine Premium Economy, com mais espaço para as pernas.

É também instalado um sistema chamado “in seat power”, que garante um ponto de alimentação de energia elétrica para cada poltrona da aeronave, além de um sistema chamado “direct view”, que consiste em uma câmera de monitoramento da cabine de passageiros durante pousos e decolagens, garantindo a sua segurança.

Informações da Latam

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Latam tem luz verde para obter capital ‘mais barato’ como parte...

0
O Tribunal de Falências dos EUA no Distrito Sul de Nova York deu sinal verde para uma linha de crédito de US$ 750 milhões oferecida