LATAM inicia cobrança de marcação assentos e bagagens em voos internacionais

A LATAM Brasil iniciou a cobrança para os passageiros marcarem seus assentos em voos internacionais. Além disso a companhia mudou recentemente a política de despacho de bagagens em voos para a Europa.

Caso o passageiro não opte por marcar seu assento até 48 horas antes do voo, o mesmo será designado para um assento aleatório pelo sistema de reservas. O preço para a mudança após a designação deverá ser o mesmo para a pré-marcação.

Segundo o portal Melhores Destinos, os valores para os voos de/para Estados Unidos, Europa e Ásia serão de $15 dólares por pessoa (R$56) para clientes que comprarem na tarifa Light, ou $20 dólares por pessoa (R$75) para bilhetes adquiridos na tarifa Promo.

Já os clientes que voam do Brasil para os países da América do Sul ou para o México pagarão $6 dólares (R$22) ou $8 (R$30) nas tarifas Light e Promo, respectivamente.

Até então essa pré-marcação só era cobrada em voos domésticos, assim como a antecipação de voo no mesmo dia da viagem.

Bagagem cobradas para a Europa

Também recentemente a companhia iniciou a cobrança de bagagem em voos para a Europa. Em pesquisa realizada hoje pelo AeroIN, o trecho São Paulo – Frankfurt já inclui a tarifa Light com cobrança de marcação de assento e tarifa de R$205,65 para despachar bagagem.

O valor é condizente com a nova tabela de serviços da companhia, que informa que para bagagens compradas até seis horas antes do voo com destino a Europa o valor será de $55 dólares / €45 euros (R$204). Na segunda peça o valor vai para $100/€90 (R$371) e da terceira em diante chega a $200/€180 (R$743).

Já para compra de bagagem realizada menos de seis horas antes do voo será cobrado $75/€65 (R$279) pela primeira peça, $150/€140 (R$559) pela segunda e pela terceira bagagem despachada em diante o preço será o mesmo da compra antecipada: $200/€180 (R$743).

Lembramos que os valores em reais são apenas estimativas, e que será cobrado o valor em real de acordo com o câmbio do dia referente à moeda escolhida (dólar americano ou euro). Estes valores são válidos para passagens compradas a partir do dia 27 de novembro de 2018.

Atualmente apenas a TAP Air Portugal e a Norwegian Air cobram por bagagens despachadas em voos para a Europa dependendo da tarifa.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos