LATAM deve contratar tripulantes após demissão, em massa de pilotos e comissários

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Apesar de toda a crise que a aviação passa, o processo seletivo para tripulantes na LATAM deve começar em breve, após a empresa demitir milhares de pilotos e comissários no meio desse ano durante a pandemia.

Divulgação – LATAM

As informações foram divulgadas pelo jornal O Globo, citando um e-mail interno enviado para co-pilotos, onde era informada a oportunidade de promoção para comandante. A necessidade de promoção dos co-pilotos se dá pelo fato da empresa ter demitido um grande número de tripulantes, sendo muito deles comandantes.

Nas últimas semanas, recebemos relatos de funcionários da LATAM dizendo que alguns voos pontuais foram cancelados por falta de tripulação. Assim como a empresa tem escalado aeronaves widebody, como o Boeing 767 e 777, em rotas domésticas como uma maneira de aproveitar a tripulação internacional, habilitada para este equipamento. Isso também permite que a empresa leve mais passageiros de uma vez, ao invés de fazer vários voos com aviões menores, o que também demandaria mais funcionários da frota Airbus A32F (A319/A320/A321).

Demissão

A demissão dos tripulantes ocorreu após não conseguirem firmar um acordo com o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), cujos membros não aceitaram a proposta da empresa aérea que previa uma redução permanente dos salários, sob o argumento de que estavam acima da média do mercado. Com isso, em torno de 2.700 pilotos e comissários foram demitidos de uma só vez.

Naquela época, porém, a empresa projetava que passaria 2021 com tripulantes suficientes para operar os voos, o que não tem ocorrido já que o Brasil lidera a recuperação do setor, com forte demanda no doméstico.

O Globo ainda aponta que, com a movimentação de co-pilotos para o cargo de comandante, a empresa deverá em breve abrir uma seleção para contratação de co-pilotos, que não necessariamente seriam os recém demitidos.

A LATAM Brasil por sua vez informou ao jornal que abriu sim uma oportunidade de futura promoção e que está retomando gradualmente os voos com foco no mercado doméstico.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

XE Jet será a mais nova empresa aérea a voar com...

0
Nessa semana, a empresa especializada em leasing, Skyworld Aviation, informou que concluiu a venda de uma aeronave Embraer ERJ-145 LR