LATAM e Lufthansa suspendem voos para a Venezuela

PT- TME

A alemã Lufthansa e o grupo latinoamericano LATAM já suspenderam as vendas de passagens para a Venezuela. As companhias vinham acumulando prejuízos ao longo dos anos por dificuldade de repatriação de lucros ou até bloqueio dos mesmos por parte do governo venezuelano.




A LATAM operava a partir de Caracas para 2 destinos: Lima no Peru, e São Paulo, no Brasil. A frequência semanal era operada pelos A319 e A320 do grupo, sendo realizada apenas aos sábados. Os voos serão suspensos a partir do dia 1º de agosto.

Já a alemã Lufthansa operava 3 vezes por semana a rota Frankfurt – Caracas com os quadrimotores Airbus A340-300. No dia 17 de junho será realizado o último voo da rota.

As duas companhias não são as primeiras a suspender voos para o país latinoamericano, que passa por grave crise ecônomica e política. A medida seguiu uma previsão da IATA, que aponta para suspensão de todos os voos de companhias estrangeiras na Venezuela, que já possuem 3.8 bilhões de dólares bloqueados no país, como noticiado aqui anteriormente.

Informações adaptadas do blog Transponder 1200.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Caixa-preta de avião está à venda em site de usados no...

0
Uma famosa Caixa Preta, que guarda dados da aeronave para investigações em casos de acidente, está a venda num site de usados no Brasil.