LATAM espera ter os 787 de volta à ativa até o final do ano

O grupo LATAM espera que até o final do ano toda a sua frota de aeronaves Boeing 787 Dreamliner esteja de volta à ativa após meses parados com problemas nos motores.




A companhia possui atualmente seis 787 paralisados, mas este número chegou a 13 em junho segundo disse hoje o diretor financeiro da companhia, Ramiro Alfosin, em uma conferência para investidores.

Boeing despacha para Rolls-Royce executivo do projeto MAX para auxiliar no problema dos motores

Os seis Dreamliners estão esperando uma manutenção preventiva por parte da Rolls-Royce. A companhia tem um total de 24 Boeings 787 em sua frota, e segundo Ramiro a paralisação foi mais grave para a empresa durante o segundo trimestre.

Para cobrir o espaço deixado pelos 787 a companhia alugou dois A330-200, que irão deixar a empresa no próximo mês, e um Boeing 747 que retornou no mês de julho para a empresa espanhola Wamos Air, que também é dona dos A330.

LATAM incorpora primeiro Boeing 777 arrendado para substituir 787

Ao mesmo tempo a empresa mantém operando dois 777-200 da própria Boeing e ainda não existe uma previsão para a saída destes da frota da companhia. Todo o custo de aluguel destas aeronaves está sendo pago pela Rolls-Royce.

A sua principal concorrente, a Avianca, declarou no início deste mês que dois dos seus 787 ainda estão parados esperando uma inspeção da Rolls-Royce. A solução da empresa colombiana foi transferir os A330 para rotas do 787 e, em consequência, repassar a operação entre Bogotá e São Paulo para a Avianca Brasil.

Avianca Brasil assume por completo voos entre Bogotá e São Paulo

Com informações da FlightGlobal.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos