LATAM fala de suas rotas para junho e medidas sanitárias para passageiros

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Após forte redução na operação do Grupo LATAM Airlines e suas subsidiárias em virtude da COVID-19, a companhia anuncia um aumento gradual de suas operações nos próximos dois meses, bem como novas medidas sanitárias a bordo de suas aeronaves.

Em junho, a operação passará de 5% para 9% da sua capacidade pré-crise e em julho atingirá 18%. A LATAM entende a complexidade de tomar decisões neste momento de incerteza e, por isso, vai oferecer mais flexibilidade para a compra e programação de viagens, com descontos de até 20% na tarifa, medidas sanitárias adicionais e orientações aos passageiros para viajar durante a crise.

Em junho, a LATAM Airlines Brasil vai operar as rotas internacionais São Paulo-Frankfurt, São Paulo-Londres, São Paulo-Madri, São Paulo-Miami, São Paulo-Santiago e Santiago-Miami. Em julho, o Grupo espera aumentar para 13 o número de destinos internacionais.

No mercado doméstico, a LATAM Airlines Brasil vai operar 74 rotas nacionais e a LATAM Airlines Chile atenderá 12 destinos. Da mesma forma, a subsidiária no Equador está trabalhando para retomar seus voos domésticos em junho, enquanto na Colômbia e no Peru isso deve ocorrer em julho, na medida em que sejam permitidos pelas autoridades.  

Com essas medidas, o Grupo LATAM está respondendo às necessidades de conectividade dos países onde opera e adaptando a oferta às exigências dos clientes nesse complexo cenário”, afirma Michael Rutter, vice-presidente Comercial do Grupo LATAM Airlines. E acrescenta que “o Grupo está aumentando voos, destinos e frequências, adotando ações concretas que respondem à nova realidade econômica que os clientes e suas famílias enfrentarão, tais como passagens mais flexíveis e acessíveis, novas medidas sanitárias e um serviço de assistência ao passageiro durante a viagem”.

Preços atrativos

Nesse novo contexto econômico, o Grupo se propôs a reduzir custos e ser mais eficiente para oferecer passagens com preços atrativos.

Flexibilidade para viajar

Devido às incertezas gerada pela crise de saúde, os passageiros terão mais flexibilidade para comprar passagens e agendar as suas viagens, sempre conforme as regras locais aplicáveis.

●   Para as compras feitas até 31 de julho de 2020, os clientes poderão reprogramar voluntariamente seus bilhetes pelo site latam.com antes da partida do voo. A primeira alteração será sem multa ou diferença de tarifa (mesmo destino, sujeito à disponibilidade de assentos e dentro da validade do bilhete) e poderá alterar o destino pagando a diferença de tarifa, se houver.

– Se o passageiro não tiver certeza da data em que deseja viajar, poderá deixar o bilhete aberto por 12 meses, desde que notifique a companhia aérea pelo site, com pelo menos 7 dias de antecedência.

●     No caso de um voo ser cancelado ou reprogramado, o passageiro pode remarcar o bilhete sem multa ou diferença tarifária (sujeito à disponibilidade de assentos, para o mesmo destino e dentro da validade do bilhete). Se o passageiro deseja alterar o destino, a diferença de tarifa será aplicada, se houver.

Assistência para sua viagem

Nova plataforma no site da LATAM com informações detalhadas sobre o destino escolhido e as soluções de viagem para os passageiros. Pelo portal os clientes também terão acesso a outros canais de informações sobre os critérios de saída, entrada e retorno do destino de sua viagem, que são responsabilidade do passageiro.

Padrões de limpeza de categoria mundial

O Grupo LATAM Airlines e suas subsidiárias já adotaram as melhores medidas sanitárias do mundo, seguindo as instruções da OMS e da indústria. Nesse sentido, seguem abaixo algumas medidas:

Durante o check in:

●     Atendimento ao passageiro

A limpeza e desinfecção da área de atendimento aos passageiros foi reforçada, incluindo os balcões e os totens de autoatendimento.

●      Terminais de autoatendimento

O Grupo LATAM oferece terminais de autoatendimento em todos os aeroportos em que opera, garantindo um serviço autônomo que evita a interação nos balcões.

●        Uso obrigatório de máscaras

Na apresentação no check-in, embarque, durante o voo e no desembarque, é obrigatório o uso de máscaras por todos os passageiros. Essa medida também se aplica à tripulação de cabine em todas as fases do voo.

 A bordo:

●        Sanitização permanente

○   Procedimentos de desinfecção proativos e periódicos em toda a cabine com pulverização a base de desinfetante de quaternário de amônio e limpeza manual adicional.

○    Álcool gel disponível em todas as aeronaves.

○  Limpeza dos pontos de contato frequentes do passageiro (maçanetas, vasos sanitários, apoios de braços, cintos, telas, interruptores de luz e chamada, bolsões dos assentos, janelas e bandejas) em todas as fases do voo.

●        Filtragem do ar

Toda a frota do Grupo LATAM possui um sistema de recirculação de ar, que é renovado a cada 3 minutos por filtros HEPA (High Efficiency Particulate Air), que remove 99,97% das partículas.

●        Mais espaço a bordo

○  Embarque que favorece o distanciamento social entre os passageiros, evitando aglomerações.

○  Bloqueio do banheiro dianteiro da aeronave para uso exclusivo da tripulação, a fim de minimizar o contato com os passageiros.

●        Cobertores e mantas

Todos os cobertores são lavados após cada voo, enquanto os travesseiros são lavados ou descartados, dependendo do material.

Informações da Latam

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

Comentários estão fechados.