LATAM Airlines encerra filial na Argentina

Uma das três divisiões da LATAM Airlines que não entraram em Recuperação Judicial, a da Argentina, foi fechada hoje e não fará mais voos permanentemente.

LATAM

O Grupo LATAM Airlines informa que a LATAM Airlines Argentina anunciou hoje o encerramento de suas operações, tanto de passageiros quanto de cargas, por um período indeterminado.

O encerramento ocorre devido as condições atuais, agravadas pelos impactos da pandemia do COVID-19 e pela dificuldade de construir acordos estruturais com os atores da indústria local, não sendo possível visualizar um projeto viável e sustentável a longo prazo.

“É uma notícia lamentável mas inevitável. Hoje a LATAM deve focar na transformação do Grupo para se adaptar à aviação no pós COVID-19”, afirmou Roberto Alvo, CEO do Grupo LATAM Airlines. “A Argentina tem sido e seguirá sendo sempre um país fundamental. As outras filiais do Grupo LATAM continuarão conectando os passageiros deste país com a América Latina e com o mundo”, completou Alvo.

A LATAM Airlines Argentina deixará de voar de/para 12 destinos domésticos, enquanto os quatro destinos internacionais da subsidiária para os Estados Unidos, Brasil, Chile e Peru continuarão sendo operados pelas outras subsidiárias do Grupo, assim que as restrições impostas pelas autoridades locais em função da pandemia sejam encerradas. Da mesma forma, as rotas internacionais de cargas da subsidiária argentina serão atendidas pelas demais subsidiárias do Grupo LATAM. A empresa ressalta que a LATAM Argentina é a única subsidiária do grupo que encerrará as operações.

Como ficarão as rotas

A LATAM Airlines Argentina em breve permitirá, por meio de seus canais oficiais, as respostas e alternativas a todos os passageiros que adquiriram passagens com a companhia, de acordo com as seguintes políticas comerciais:

ROTAS NACIONAIS

–          Se a passagem foi adquirida com cartão de crédito, a companhia devolverá automaticamente o valor da compra dentro de 30 e 45 dias para o mesmo método de pagamento. Caso contrário, o passageiro deve ingressar seu pedido de reembolso pelo site latam.com/administratuviaje

ROTAS INTERNACIONAIS

–          A data do voo poderá ser alterada sem cobrança de taxa ou diferença tarifária.  Sujeito à disponibilidade da cabine e à validade do bilhete.

–          Também será possível solicitar que o valor seja convertido em um crédito de viagem para ser utilizado até 31 de dezembro de 2021 em qualquer rota da LATAM.

PASSAGENS EMITIDAS COM PONTOS PARA QUALQUER DESTINO

–          Poderá ser solicitada a devolução das passagens em pontos de sua conta LATAM PASS por meio do site latam.com; as taxas serão cobradas na mesma forma de pagamento utilizada.

Retrospectiva da LATAM Argentina

Durante 15 anos, a LATAM Airlines Argentina trabalhou no desenvolvimento e conectividade da Argentina, transportando 3,1 milhões de passageiros no ano passado e uma média semanal de 270 toneladas de produtos de exportação no negócio de cargas – principalmente frutas, carnes frescas, produtos farmacêuticos e 290 toneladas de produtos importados – principalmente de autopeças, máquinas industriais e produtos farmacêuticos.

Além disso, assumiu um compromisso histórico durante a pandemia do COVID-19, sendo o repatriamento de passageiros sua única operação ativa desde 19 de março. Compromisso que, através do trabalho conjunto com o Ministério das Relações Exteriores da Argentina e os consulados locais, contribuiu para o retorno de 16.015 argentinos ao país, bem como a saída de mais de 6.000 estrangeiros para seus destinos de origem.

LATAM Paraguai pode ser a próxima?

Entidades sindicais de aeroviários (pessoal de solo) do Paraguai afirmaram nos últimos dias que a LATAM (antiga TAM Paraguai / TAM Mercosul) demitiu todo seu pessoal de solo.

E para suprir estes funcionários teriam contratado uma empresa tercerizada, que por sua vez ofereceu o emprego aos recém-demitidos.

A operação no Paraguai sempre foi pequena, utilizando de cinco aviões Airbus A320 de matrícula brasileira mas que eram tripulados por funcionários paraguaios.

Ao que os rumores indicam, a LATAM estaria planejando acabar com os funcionários paraguaios, deixando toda a operação em Assunção por conta da filial brasileira.

Nota da LATAM

O Grupo LATAM Airlines informa que está trabalhando para retomar  as operações da sua filial no Paraguai, sujeitas a restrições de viagem e de demanda, e que não procedem as suposições sobre encerramento das operações da sua subsidiária no país.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Pilotos estão proibidos de fazer jejum religioso durante voos por medo...

0
A Pakistan International Airlines (PIA) proibiu seus pilotos e comissários de voarem em jejum, por temor de que a tripulação não seja capaz